Fale com o Governo Ações em Destaques

4/10/22 às 10:19

Equipe do DF conquista 64 medalhas em competição esportiva internacional

Delegação do CBMDF ficou entre as dez melhores do torneio, que ocorreu na Holanda entre 22 e 31 de julho

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Carolina Lobo

Brasília, 2 de agosto de 2022 – O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) ficou entre as dez melhores equipes na competição esportiva internacional World Police and Fire Games (WPFG), em Roterdã, na Holanda. A corporação enviou 90 atletas ao torneio, que ocorreu entre 22 e 31 de julho.

Foram conquistadas 64 medalhas ao todo, um resultado inédito para a equipe. Entre as condecorações, 14 são de ouro, 32 de prata e 18 de bronze. Com o número histórico, o Brasil chegou à marca de 306 medalhas e ficou em quarto lugar geral entre os mais de 70 países participantes.

Foram conquistadas 64 medalhas ao todo, um resultado inédito para a equipe do Corpo de Bombeiros Militar | Foto: Divulgação/CBMDF

Os atletas bombeiros militares do DF participaram de uma seletiva nos meses de fevereiro e março deste ano. As modalidades disputadas foram futebol, ultimate firefighter, basquete, vôlei, atletismo, ciclismo, triatlo, meia maratona, jiu-jitsu, judô, taekwondo, remo indoor, dodge ball, subida de escada e natação.

As maiores medalhistas da competição foram as atletas militares 3º sargento Ana Livia Medeiros Nogueira Fernandes e 3º sargento Luiza Freitas Velho, cada uma com quatro medalhas em diferentes modalidades. O 2º sargento Marcos Vitor de Aquino Ferreira também se destacou pela conquista de duas medalhas de ouro no jiu-jitsu.

Visibilidade mundial

Segundo o coordenador do Centro de Capacitação Física do CBMDF, tenente-coronel André Barbosa, o maior objetivo da participação no torneio é a promoção da saúde entre os servidores e o desempenho físico da tropa. “Nosso trabalho começou no início do ano, com seletivas e treinamento. Tivemos mais um marco inédito, em que 5.400 bombeiros fizeram o teste de aptidão física, que é o primeiro requisito para poder competir. Isso mostra o interesse da corporação em se desenvolver fisicamente e praticar esportes, refletindo diretamente no desempenho das funções diárias”, analisa Barbosa.

“Além do incentivo ao esporte, que é uma ferramenta de mudança física, emocional e social ao seus adeptos, a competição trouxe visibilidade a nível mundial à corporação e uma troca de informações gigantesca com outras equipes mundo afora”, avalia o coordenador da delegação do CBMDF nos jogos, major Marcelo Moraes Godoy.

De acordo com o CBMDF, o torneio é considerado o maior evento esportivo entre forças policiais e bombeiros de todo o mundo e o segundo maior evento multidesportivo do planeta, atrás apenas das Olimpíadas de Verão. Além da corporação, participaram atletas da tropa de policiais civis, militares e penais, totalizando, com outras delegações, 350 pessoas na equipe brasileira.

Últimas Notícias