Fale com o Governo Ações em Destaques

4/10/22 às 06:33, Atualizado em 4/10/22 às 07:07

GDF deposita R$ 21 milhões do Cartão Prato Cheio para 86 mil famílias

O benefício, no valor de R$ 250, está disponível a partir dessa segunda (3). Também foram creditados o Cartão Gás e o GDF Social

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), paga mais uma parcela do Cartão Prato Cheio a partir dessa segunda-feira (3). O benefício, no valor de R$ 250, chega a 86.694 famílias neste mês, com investimento total de R$ 21.673.500.

No sábado (1º), o GDF creditou a sétima parcela do Cartão Gás para as 70 mil famílias beneficiárias do programa

“É importante esse crédito, pois início de mês é quando, geralmente, as famílias se programam para comprar os itens alimentícios”, destaca a secretária Ana Paula Marra. “Além disso, o benefício fomenta a economia local, dando poder de escolha às famílias, que costumam optar por fazer as comprar em comércios perto de suas casas”, complementa.

É importante lembrar que o Prato Cheio é um benefício válido por nove meses, mas não se trata de um programa de transferência de renda. Ele foi criado para dar suporte às famílias de baixa renda em um momento de insegurança alimentar e nutricional.

Caso complete o ciclo de nove meses, mas a família ainda esteja em situação de insegurança alimentar e nutricional, o cidadão deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do local onde mora e solicitar novamente o benefício. Devido a trâmites bancários, é possível que alguns créditos levem um tempo maior para estarem disponíveis.

Contemplados que ainda não retiraram o cartão nas agências do Banco de Brasília (BRB) devem fazer a consulta no site GDF Social.

O DF Social também caiu nas contas dos beneficiários. Foram contempladas 59.590 famílias e foram investidos R$ 8,9 milhões

Mais pagamentos

No sábado (1º), o GDF creditou a sétima parcela do Cartão Gás para as 70 mil famílias beneficiárias do programa. A cada dois meses, os contemplados recebem um auxílio no valor de R$ 100 para a aquisição do botijão de gás de 13 kg. O valor total do crédito é de R$ 7 milhões.

O DF Social também caiu nas contas dos beneficiários. Foram contempladas 59.590 famílias e foram investidos R$ 8,9 milhões. A quantia de R$ 150 é concedida mensalmente aos grupos familiares com renda per capita de até meio salário mínimo, inscritas no Cadastro Único.

Existem beneficiários que foram contemplados e ainda não recebem, pois ainda não abriram a conta social no Banco de Brasília (BRB). É necessário que o cidadão consulte o site GDF Social para saber se é um beneficiário a receber o auxílio já no próximo pagamento.

A abertura da conta pode ser feita pelo aplicativo BRB Mobile, basta ter em mãos um documento original com foto – carteira de identidade (RG) ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social do DF

Últimas Notícias