Fale com o Governo Ações em Destaques

4/10/22 às 16:12, Atualizado em 7/10/22 às 19:26

Produção local abastece a Festa do Morango de Brasília

O Distrito Federal colheu 8 mil toneladas da fruta na safra de 2021; diversas espécies podem ser degustadas no festival que será realizado, em Brazlândia, a partir desta sexta (2)

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto


Brasília, 1º de setembro de 2022
– A edição 2022 da Festa do Morango de Brasília começa nesta sexta-feira (2), na zona rural de Brazlândia. Serão dois fins de semana de muita geleia, suco, torta e fruta fresca, uma tradição que perdura há 26 anos. E você já parou para pensar de onde vem todos os morangos que abastecem o festival? Pode acreditar: são daqui mesmo, do cerrado brasiliense.

Francisco Santos de Souza planta, em média, 170 mil pés de morango por ano. “Além de o preço de venda ser muito bom, a gente aproveita a colheita quase toda”, diz | Fotos: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

O Distrito Federal colheu 8 mil toneladas da fruta em 2021, um crescimento de 14% em relação à safra de 2019. Brazlândia lidera o cultivo com 96% da produção. “Os outros 4% vêm, principalmente, de São Sebastião e Gama”, afirma o engenheiro agrônomo Claudinei Machado, da Emater. “No DF, cerca de 180 hectares de terra são destinados ao plantio do morango”.

Desse total, quatro hectares estão nas propriedades de Francisco Santos de Sousa, 56 anos. O morador de Brazlândia é um dos 352 produtores da fruta na capital federal. Começou a vida na roça plantando beterraba, cenoura e repolho, mas logo viu no morango a oportunidade de minimizar as perdas comuns à  maioria das produções.

Colheita ao longo do ano

“Além de o preço de venda ser muito bom, a gente aproveita a colheita quase toda”, garante Francisco. “Os mais vermelhos e bonitos são vendidos in natura, nas caixinhas. Os mais branquinhos ou com o formato menos perfeito vão para as empresas que fabricam polpa e geleia.”

Juntamente com a mulher e oito filhos, Francisco planta uma média de 170 mil pés de morangos por ano. E consegue encher aproximadamente 30 mil caixinhas de 250 gramas com a produção. “Isso, se a safra for boa”, pondera. Para garantir colheita todos os meses, ele cultiva sete espécies diferentes da fruta.

“Cada uma delas tem sua particularidade”, explica. “Umas são mais resistentes, aguentam ser cultivadas em túnel, com uma cobertura plástica para proteger da chuva. Outras, só vão bem no período da seca mesmo. A espécie mais doce de todas é a sabrina, mas é o portola que costumamos encontrar nos mercados.”

Tradição em forma de geleia

Com a equipe da Associação Fraterna Irmã Maria Regina, a irmã Dilvânia Assunção de Souza produziu 500 potes de geleia especialmente para a Festa do Morango

A cor atraente e o formato perfeito do morango portola podem até fazer bonito nas gôndolas das lojas. Mas, em termos de sabor, a espécie é mais indicada para doces e tortas. É com ela que as freiras da Associação Fraterna Irmã Maria Regina produzem, há 15 anos, as geleias vendidas na Festa do Morango.

“Os produtores rurais colaboram doando morangos para a nossa entidade, e contamos com a ajuda de alguns voluntários para fazer os doces”, afirma a irmã Dilvânia Assunção de Sousa. “Produzimos mais de 500 potes para o festival, um trabalho diário que começa de manhã cedo e segue até a noite.”

O dinheiro arrecadado com as vendas é usado para custear os projetos da associação. “Atendemos cerca de 85 crianças e jovens no contraturno da escola – aqui, eles fazem duas refeições, tem aula de artes e fazem catequese”, conta irmã Dilvânia. “Neste ano, também queremos usar parte do valor para pintar a igreja”.

Quer aprender a fazer a famosa geleia das freiras de Brazlândia? A irmã Dilvânia ensina! Confira abaixo.

Ingredientes

→2 kg de morango
→800 g de açúcar

Modo de preparo

→Bata os morangos no liquidificador sem deixar ficar muito líquido.
→Coloque o morango batido em uma panela e acrescente o açúcar.
Cozinhe a mistura em fogo alto, sem parar de mexer, por aproximadamente uma hora.
Para saber se a geleia está no ponto, observe as bolhas: elas devem ser transparentes.

26ª Festa do Morango de Brasília 

→Na Associação Rural e Cultural Alexandre de Gusmão (Arcag), na BR-080, Km 13, Brazlândia, de 2 a 4 (sexta a domingo) e de 7 a 11 (quarta a domingo). Horários: dias 2, 8 e 9, das 19h às 2h; nos outros dias, das 10h às 2h. Acesso livre.

Produção local abastece a Festa do Morango de Brasília

Últimas Notícias