Fale com o Governo Ações em Destaques

4/10/22 às 18:24

Rede pública oferece exames e prevenção contra o câncer de mama

Campanha Outubro Rosa reforça a importância do diagnóstico precoce, que pode evitar a evolução dos casos

Rafael Secunho, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Brasília, 1º de outubro de 2022 – A campanha Outubro Rosa está de volta para alertar a sociedade sobre a prevenção do câncer de mama e reforçar que o diagnóstico precoce é o que salva vidas: a maioria dos casos identificados em estágio inicial podem ser curados, segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia. No DF, a rede pública tem à disposição consultas, exames e cirurgias (quando necessárias) para todas as faixas etárias.

Exames preventivos devem integrar a rotina; orientação é que toda mulher acima de 50 anos faça mamografia preferencialmente uma vez ano ano | Foto: Mariana Raphael/Agência Saúde

A porta de entrada para o atendimento são as unidades básicas de saúde (UBSs), onde o paciente é avaliado. Nos hospitais regionais do DF, são realizadas mamografias – exame fundamental para a detecção de qualquer problema com os seios. E, caso necessário, também são oferecidos na rede pública outros mais específicos como a ultrassonografia mamária e a biópsia. “Toda mulher acima de 50 anos deve fazer uma mamografia periodicamente, se possível uma vez ao ano”, orienta o mastologista Farid Buitrago, referência técnica distrital (RTD) da Secretaria de Saúde (SES). 

“O Outubro Rosa é um chamamento, um momento de conscientização para as mulheres em geral” Vandercy Camargos, secretária da Mulher

“Se notar qualquer alteração na mama, seja a idade que for, é recomendável procurar a assistência médica”, prossegue o gestor. “No caso do câncer, se o tumor for identificado antes de se tornar palpável, as chances de cura aumentam bastante e chegam a até 80%”. Farid lembra que o diagnóstico precoce salva vidas em meio a uma doença que ainda mata uma média de 15 mil pessoas por ano pelo Brasil.

Esse exame de detecção é feito, normalmente, por rastreamento por meio dos mamógrafos. O Centro Especializado em Saúde da Mulher (Cesmu), na 514 Sul, também oferece tratamento ao lado dos hospitais. “É preciso a conscientização por parte das mulheres; que possam conhecer o próprio corpo e que não deixem de realizar os exames. Isso é o que evita o câncer de mama”, aponta o mastologista.

Ônibus da Mulher 

A Secretaria da Mulher (SMDF) também promoverá ações neste mês de prevenção ao câncer de mama. O Ônibus da Mulher passará por cinco cidades – Recanto das Emas, Santa Maria, Samambaia, Sol Nascente e Estrutural – oferecendo vagas para mamografias, além de exames patológicos. O projeto é uma parceria com o Sesc e a SES.

“O Outubro Rosa é um chamamento, um momento de conscientização para as mulheres em geral”, aponta a secretária da Mulher, Vandercy Camargos. “Com o ônibus, levamos informação e oportunidades a muitas mulheres que estão doentes e não sabem que caminho tomar – além da bela exposição que vamos promover na cidade para mostrar a importância de se prevenir e também de que é possível curar o câncer.”

A gestora se refere à mostra Amor, I love you, que, organizada pela ONG Recomeçar, retrata oito mulheres que venceram o câncer de mama e foram mastectomizadas. Essa exposição será inaugurada em 3 de outubro, no Salão Branco do Palácio do Buriti, com visitação aberta ao público.

 

Últimas Notícias