Notícias

20/7/11 3:00

Turma é formada para a Copa

GDF entrega certificados aos primeiros profissionais qualificados, com vistas ao Mundial de 2014, para atender turistas e visitantes em Brasília
Dalila Góes, da Agência Brasília

Foi apresentada na tarde desta quarta-feira (20/07), em cerimônia no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a primeira turma que participou do treinamento para atendimento aos turistas e visitantes de Brasília já com foco na Copa do Mundo de 2014. Durante o encontro, promovido pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur), 30 novos profissionais receberam o certificado que os capacita a trabalhar nos Centros de Atendimento aos Turistas (CATs) que estão localizados em pontos estratégicos da cidade, como Aeroporto, Praça dos Três Poderes e Rodoviária Interestadual.

Recrutados entre estudantes universitários de várias formações, profissionais liberais e principalmente de turismo, os participantes tiveram 102 horas/aula com treinamento intensivo sobre a arte de receber bem: foram 68 horas práticas e 34 teóricas. No programa, foram destacados temas como aparência pessoal e postura profissional, turismo LGBT, além de práticas inclusivas para idosos e pessoas com deficiência.

“Vocês são o nosso cartão de visita e os primeiros amigos e ponto de referência dos visitantes que chegam e que chegarão a Brasília. Somos pioneiros neste treinamento e estou muito orgulhoso desta primeira turma”, elogiou o secretário de Turismo, Luis Otávio Neves.

Já o secretário de Esporte, Célio René Trindade, lembrou que, além da Copa do Mundo de 2014, três outros grandes eventos esportivos passarão por Brasília até o ano de 2016 – a Copa das Confederações em 2013, a Copa América de 2015 e os jogos de futebol das Olimpíadas de 2016. Segundo ele, a formação da primeira turma é fundamental para destacar o preparo e o pioneirismo do Distrito Federal em treinamento de receptivo.

PERFIL – Para trabalhar nos CATs, a diretora de Serviços de Atendimento ao Turismo da Setur, Eliane Brasil, buscou profissionais que já trabalhavam na área e, claro, fossem carismáticos e tivessem fluência em alguma língua estrangeira. Dos 30 profissionais capacitados, há quem fale, além dos tradicionais espanhol e inglês, também os idiomas francês, alemão e até russo. A faixa etária vai dos 19 aos 60 anos.

Ligia Weber, 25 anos, formada em gastronomia e prestes a graduar-se em Turismo, encontrou nos CATs uma oportunidade para fazer o que mais gosta: lidar com o público. Gaúcha, há 13 anos em Brasília, ela se espanta com a mentalidade que muitos brasileiros ainda carregam de que não há potencial turístico na capital. “Também é nossa missão mudar esse panorama”, destaca.

A fisioterapeuta e colega de treinamento, Monique Carvalho, de 29 anos e nascida em Brasília, lembra que até pouco tempo alimentava o mesmíssimo preconceito, mas que mudou de ideia quando desceu do carro e parou para conhecer a cidade. “Revelador. O trabalho é incrível e estou pronta para mudar a mentalidade de muita gente”, finaliza.

Participaram da solenidade de formatura, além do secretário de Turismo, Luis Otávio Neves, e do secretário de Esporte, Célio René, o subsecretário de Infraestrutura do Turismo, Paulo Tarso Castilho; a subsecretária de Produtos e Serviços de Turismo, Meyre France Ferreira Leão, e o assessor especial da Secretaria de Comunicação, Jair de Farias.

20/7/11 3:00

GDF discute Orçamento

Distrito Federal será pioneiro na utilização do novo modelo de Plano Plurianual, seguindo as diretrizes do Governo Federal

20/7/11 3:00

II curso de Demografia

 

Técnicos que trabalham com dados populacionais têm até hoje para se inscrever em curso promovido pela Codeplan