22/9/11 3:00
Atualizado em 12/5/16 às 17:51

Mais ciclovias no DF

Agnelo Queiroz participa de passeio ciclístico pelo Dia Mundial sem Carro e anuncia construção de 600km de vias para bicicletas até 2014


. Foto: Roberto Barroso

Suzano Almeida, da Agência Brasília

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, participou na manhã desta quinta-feira do passeio ciclístico que comemorou o Dia Mundial sem Carro. O evento foi organizado pela Embaixada dos Países Baixos em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Rodas da Paz. O governador pedalou com o Pelotão Laranja (cor nacional da Holanda) desde a embaixada até o Complexo Cultural da República – um percurso de aproximadamente 4km.

Após o passeio, o governador ressaltou seu compromisso de construir até 2014 600km de ciclovias, além de executar obras que melhorem a mobilidade urbana por todo o DF e incentivem a população a utilizar o transporte coletivo. “A primeira coisa a se fazer é criar a consciência nas pessoas, para que usem o transporte coletivo, que é o nosso grande objetivo e não é uma realidade hoje. Depois o uso dos transportes não motorizados, como a bicicleta, que faz parte de uma política que vamos adotar”, declarou Agnelo Queiroz.

O governador assegurou que os ciclistas terão condições de circular com segurança pelo Distrito Federal. “Vamos realizar a construção das ciclovias, para dar segurança às pessoas que usam bicicletas. Faremos 600 quilômetros até 2014, além de instalar bicicletários nos terminais de metrô e escolas. Estimularemos as empresas a fazerem o mesmo para incentivar seus funcionários a usar bicicletas”, detalhou Agnelo Queiroz. “Vamos começar separando vias exclusivas para o lazer, justamente para criar um ambiente e a consciência do uso de bicicletas, e posteriormente as ciclovias”, anunciou o governador.

Segundo o embaixador da Holanda, Kees Pieter Redi, em seu país é comum o uso de bicicletas por grande parte da população, especialmente os estudantes. “Queremos fazer o mesmo no Brasil e conscientizar a população a usar a bicicleta não só para o lazer, mas para ir ao trabalho. Temos que buscar soluções inteligentes para a infraestrutura do transporte. Felizmente, o Governo do Distrito Federal está apoiando”, declarou Kees Redi.

A programação do GDF para o Dia Mundial sem Carro incluiu passeios ciclísticos, seminários, exposições, blitz educativa e outras atividades que integram a Semana do Trânsito no Distrito Federal, realizada por diversas Secretarias e órgãos do GDF.

Para facilitar o trânsito do brasiliense que trocou o carro por bicicleta nesta quinta-feira, foi separada uma faixa exclusiva para a circulação de veículos não motorizados entre a Rodoviária do Plano Piloto e o Congresso Nacional. Durante todo o dia haverá diversas atividades no local, como campanhas educativas do Detran-DF, teatro, música e a disponibilização de uma frota de bicicletas para que o cidadão brasiliense possa experimentar como é se locomover de bicicleta pela cidade.

Desde 26 de agosto, com a publicação do Decreto nº 33.158, o DF conta com um Comitê Gestor da Política de Mobilidade Urbana por Bicicletas.

Dia Mundial sem Carro

O Dia Mundial sem Carro foi celebrado pela primeira vez em 1998, em 35 cidades francesas. Com o passar dos anos a mobilização se ampliou por diversos países europeus e de outros continentes. No Brasil, comemora-se o Dia Mundial sem Carro desde 2001 e a cada ano vem crescendo o número de adesões.

O objetivo principal desta data é fazer um exercício de reflexão sobre a dependência e o uso irracional dos automóveis, fazendo com que as pessoas pensem um pouco sobre o estilo de vida que levam e sobre a possibilidade de reduzir o uso do carro ou mesmo substituí-lo por outro meio de transporte.