21/2/13 19:31
Atualizado em 21/2/13 às 19:31

GDF capacita servidores da Segurança Pública para grandes eventos

Treinamento reúne em Brasília representantes de quatro cidades-sede. Policiais, bombeiros e gestores são preparados para a Copa das Confederações e o Mundial de 2014


. Foto: Alfredo Veiga/SSP

Representantes das áreas de Segurança Pública de quatro cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 – Brasília, Cuiabá (MT), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS) – estão reunidos na capital federal até amanhã. Eles participam de grupo de trabalho, promovido pelo Governo do Distrito Federal, para discutir ações integradas na área voltada às copas das Confederações 2013 e do Mundo 2014.

Os workshops realizados nesse período são “Sistema de Comando de Incidentes” e “Cenários, Protocolos e Procedimentos”. Os cursos são organizados pelo Grupo de Trabalho para Eventos Mundiais (GTMUNDI), da Subsecretaria de Planejamento e Capacitação (Susplac), e ocorrem na Academia do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, no Setor Policial Sul. O treinamento, com simulações, conta com a participação de 70 profissionais, entre bombeiros, policiais e gestores.

Segundo o organizador do treinamento, tenente-coronel Paulo José Barbosa de Souza, a iniciativa é muito importante, porque serve para nivelar o conhecimento e integrar todas as ações do GDF para os grandes eventos. Ele também explicou que esse trabalho foi desenvolvido com base em modelo norte-americano, adaptado para a realidade brasileira e do DF. “Esse modelo atende plenamente qualquer evento, desde situações em sala fechada até grandes desastres. Nós nos adaptamos ao projeto original, mas a forma de trabalho é nossa”, completou.

Na prática – Nos dias 19 e 25 de março, serão realizados exercícios de campo com os participantes. Em 27 de março, um grande treinamento geral, que pode ser uma simulação de incêndio ou ameaça de bomba, será feito com atores e forças de segurança. Até o Mundial de 2014, serão mais seis exercícios do mesmo porte. Também já foram adquiridas câmeras que serão utilizadas nos helicópteros dos órgãos de segurança.

O tenente-coronel Paulo José Barbosa de Souza explica que o GDF realiza esses encontros de trabalho há dois anos e que as instituições envolvidas já estão com o planejamento avançado.