11/8/15 15:02
Atualizado em 11/8/15 às 15:02

Estrutural recebe primeiro Voz Ativa da Segurança

Nesta quarta-feira, governo de Brasília vai ouvir demandas e discutir soluções com os moradores para aumentar a segurança na região

No Dia Internacional da Juventude (12), será promovido, na Estrutural, o primeiro Voz Ativa — Segurança e Juventude, encontro para colher sugestões da população sobre segurança pública. Durante o evento, que começará às 19 horas, no ginásio do centro olímpico, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, assinará a Carta pela Paz. 

O documento é um compromisso público do governo para melhorar a segurança no Distrito Federal, por meio da integração entre comunidade e Executivo nas ações do Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida, programa de combate e prevenção à criminalidade coordenado pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. O texto da carta é criação conjunta de cerca de 30 integrantes do Grupo de Trabalho de Prevenção do Viva Brasília, composto por representantes de forças de segurança, de órgãos do governo, da sociedade civil e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). O Voz Ativa, portanto, integra o Viva Brasília e inclui audiências públicas mais dinâmicas e colaborativas incentivadas pelo governo.

A Estrutural foi escolhida para iniciar os debates por ter a maior concentração de jovens do DF. Dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad), da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), mostram que 63,23% da população da região tem entre 15 e 39 anos.

Participação
Durante o Voz Ativa, os moradores poderão dar opiniões oralmente. As pessoas serão inscritas por ordem de chegada, e as 20 primeiras terão dois minutos cada uma para expor a reivindicação. Por se tratar de uma proposta  colaborativa — e não apenas de apontamento de problemas —, as contribuições serão registradas em fichas, analisadas, e a população terá retorno sobre elas.

“Todas as sugestões serão encaminhadas para as autoridades competentes para que o Viva Brasília consiga fazer com que o estado policial atue com o estado social e garantir que as políticas de prevenção ao crime e à violência recebam o devido tratamento”, explica a subsecretária de Segurança Cidadã da SSP, Márcia de Alencar.

A cada edição, o Voz Ativa na Segurança discutirá um assunto. Além da Estrutural, com o subtema juventude, até o fim de setembro haverá encontros em Ceilândia, sob o aspecto da cultura; Planaltina, com foco nas questões de gênero; e Santa Maria, para debater igualdade racial.

Voz Ativa — Segurança e Juventude
12 de agosto (quarta-feira)
Às 19 horas
Ginásio do Centro Olímpico da Estrutural
(Quadra 3, Área Especial 2, Setor Norte, ao lado do Parque Urbano)

Leia também:
Distrito Federal terá Carta pela Paz