5/11/15 14:29
Atualizado em 5/11/15 às 14:29

Governo do DF celebra amizade entre Brasil e Japão

Rodrigo Rollemberg recebeu autoridades japonesas nesta quinta-feira. Exposição no Palácio do Buriti sobre a parceria entre os países fica aberta até sexta-feira (6)


O governador Rodrigo Rollemberg e o príncipe do Japão Fumihito Akishiro
O governador Rodrigo Rollemberg e o príncipe do Japão Fumihito Akishiro. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Brasília recebeu no dia do aniversário de 120 anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre o Japão e o Brasil — 5 de novembro — a visita do príncipe do Japão Fumihito Akishiro e da princesa Kiko Akishiro. O casal está no País desde 28 de outubro para celebrar a data. Na manhã desta quinta-feira (5), o governador da capital federal, Rodrigo Rollemberg, e sua esposa, Márcia Rollemberg, recepcionaram os dois no Palácio do Buriti.

“É uma alegria muito grande comemorar esse tipo de parceria”, reforçou o governador de Brasília. “Temos muitos japoneses na cidade, a maioria é de camponeses que trabalham no Cerrado e que são fundamentais para o desenvolvimento local”, acrescentou.

Márcia aproveitou para falar aos convidados sobre o projeto Embaixadas de Portas Abertas, idealizado por ela, que leva estudantes de 9 a 12 anos da rede pública de ensino às embaixadas. O objetivo é promover o intercâmbio cultural. “Achamos muito importante esse tipo de iniciativa, essencial para a educação dos jovens”, reforçou a colaboradora do governo. Inaugurado em 24 de junho, o programa já passou pelas sedes de sete países: Angola, Argentina, Áustria, Bielorrússia, Bulgária, El Salvador e Geórgia.

Ao lado do embaixador do Japão no Brasil, Kuniu Umeda, e da embaixatriz Keiko Umeda, as autoridades conversaram sobre ciência, tecnologia, artesanato e gastronomia. “Na próxima visita, vamos fazer um almoço com galinha caipira”, sugeriu Rollemberg.

O príncipe e a princesa receberam o convite com alegria e disseram ter vontade de voltar para conhecer mais da cultura local. Eles ficam em Brasília até sexta-feira (6), seguem para o Rio de Janeiro e voltam para o Japão no domingo (8).

Tratado de amizade
O acordo assinado em 1895 estabeleceu relações diplomáticas entre os dois países. De acordo com a Embaixada do Japão, com a chegada dos imigrantes japoneses, no início do século 20, essa relação se fortaleceu ainda mais na política, na economia, na cultura, no esporte e na culinária. O Brasil é o País com a maior população nipônica fora do Japão, com cerca de 1,5 milhão pessoas. A estimativa é que 175 mil brasileiros vivam no Japão.

Exposição
Para celebrar a data, está montada desde 26 de outubro no Salão Branco do Palácio do Buriti a Exposição dos Projetos Nacionais Japão-Brasil — A prova da Cooperação e Amizade do Japão e do Brasil. A realização é da Agência de Cooperação Internacional do Japão e da embaixada do país. São oito painéis que contam a história de seis projetos desenvolvidos em parceria — Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A.; Celulose Nipo-Brasileira S.A; produção de alumínio da Amazônia; Ishikawajima do Brasil Estaleiros S.A; o Programa de Cooperação Nipo-Brasileiro para o Desenvolvimento Agrícola dos Cerrados; e o cultivo da maçã Fuji. A mostra poderá ser visitada até sexta-feira (6), das 9 às 18 horas. A entrada é gratuita.

Também participou do encontro o chefe da Assessoria Internacional da Governadoria, Cláudio Heckmann, responsável pela articulação com as representações estrangeiras.

Perfil
O príncipe é o filho mais novo do Imperador do Japão, Akihito, e o segundo na linha de sucessão ao trono. Ele nasceu em 30 de novembro de 1965 e recebeu o título após o casamento com Kiko Kawashima, em 1990. É formado pela faculdade de direito da universidade japonesa Gakushuin, em Tóquio, e especializou-se em zoologia pela University of Oxford, na Inglaterra.

Veja a galeria de fotos:

Governo do DF celebra amizade entre Brasil e Japão