16/3/16 11:54
Atualizado em 16/3/16 às 11:54

Filhote de ádax fêmea já pode ser visitado no zoo de Brasília

Originária da savana africana, espécie é ameaçada de extinção. Nome do animal será escolhido por meio de votação do público


. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Frequentadores do zoológico de Brasília já podem conhecer um filhote fêmea de ádax — mamífero oriundo da savana africana que se assemelha a um antílope. Nascida com 4,5 quilos, em 18 de outubro, ela só começou a ser exposta em março porque estava de resguardo. O período foi necessário para os técnicos acompanharem o comportamento do animal nos primeiros meses. A pequena, que fará 5 meses na sexta-feira (18), ainda não tem nome. Para escolhê-lo, a Fundação Jardim Zoológico vai lançar uma campanha nesta semana para o público opinar. A votação será pelas redes sociais do zoo (Facebook e Twitter).

O filhote está em um espaço reservado dentro da jaula, com a mãe, até que esta recupere o peso esperado de 60 quilos. Depois de atingi-lo, ela e a cria poderão voltar ao convívio com outros dois espécimes. Apesar de ainda mamar, ele já se alimenta de feno, de grama, de leguminosas e de ração balanceada. Também passa por exames para checar a saúde, recebe vacinas e tem o peso e o tamanho acompanhados.

A espécie está criticamente em extinção, ou seja, no último estágio na classificação de bichos extintos antes do desaparecimento. De acordo com o diretor de Mamíferos da fundação, o biólogo Filipe Carneiro Reis, a estimativa é que existam apenas 600 adaces de vida livre (que permanecem no habitat natural). “É um animal lento e fácil de ser caçado. Além dos predadores naturais, como o leão, o homem ainda é uma ameaça por causa da carne”, explica. A recuperação de um filhote de ádax é uma preocupação dos zoológicos do mundo, destaca Reis. Segundo ele, a soma dos exemplares nessas instituições chega a cerca de 1,5 mil.

Horário de funcionamento e ingressos
O zoológico funciona de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Nas terças e nas quintas-feiras que não sejam feriados, adultos e crianças acima de 12 anos pagam meia. Aquelas com até 5 anos são isentas, bem como pessoas com deficiência e acompanhantes, em todos os dias. De sexta-feira a domingo, pagam meia: crianças de 6 a 12 anos, estudantes (com carteira estudantil vigente), beneficiários de programas sociais do governo (mediante apresentação de carteira do benefício e documento de identidade oficial) e acompanhantes, professores (com carteira funcional) e idosos (quem tem mais de 60 anos).

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157663675766253″ title=”Filhote de adax fêmea já pode ser visitado no zoo de Brasília”>https://farm2.staticflickr.com/1559/25832021725_3ec053f0f1_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Filhote de adax fêmea já pode ser visitado no zoo de Brasília”>