27/4/16 11:35
Atualizado em 27/4/16 às 11:35

Ações culturais agitam o Setor Comercial Sul

Nesta quarta-feira (27), ocorre o Quartas Musicais. Amanhã (28), é a vez da 3ª Quinta Cultural

Música, cultura e gastronomia ocupam as ruas do centro do Plano Piloto nesta semana. Nesta quarta-feira (27), ocorre mais um Quartas Musicais, iniciativa do projeto Arte na Capital, da administração regional. O cantor Preto X se apresenta na Praça Central do Setor Comercial Sul, das 12 às 14 horas. Na quinta-feira (28), é a vez da 3ª Quinta Cultural, a partir das 17 horas, com a participação do grupo Criolina e da equipe da revista Traços, publicação voltada para pessoas que vivem nas ruas. O evento, organizado pela Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, conta também com uma ala gastronômica, com food trucks e food bikes. As atividades integram a ação Centro Legal, cujo objetivo é revitalizar a área central da capital.

Os eventos visam atrair a população para a região e, dessa forma, reocupá-la com propostas culturais. Desde a primeira semana de abril, o Quartas Musicais oferece música durante o horário de almoço no Setor Comercial Sul. As apresentações são gratuitas, com artistas locais. Não é cobrado cachê, ou seja, os músicos atuam como voluntários. A Administração Regional do Plano Piloto providencia a infraestrutura de tendas e o sistema de som.

“Muitas vezes, os músicos querem mostrar o trabalho que desenvolvem, mas não encontram espaço. O projeto ajuda na divulgação deles”, afirma o administrador regional Marcos Pacco. Os shows duram, em média, uma hora e meia, e o público varia nesse período. “Ocorre com frequência de a pessoa passar pelo lugar, ouvir uma ou duas músicas e seguir para o trabalho. Ainda assim, a média é de cem pessoas que assistem à apresentação do início ao fim”, estima.

Os resultados da intervenção cultural são perceptíveis. “Temos tido um retorno muito positivo, inclusive com a população de dependentes químicos na área. Percebemos uma interação bastante produtiva entre os usuários e os servidores que atuam no Centro de Atendimento Psicossocial (Caps)”, conta Pacco. Para ele, o estigma de região abandonada tem mudado. “Os projetos têm trazido animação para o setor.” Apesar de satisfatória, a iniciativa ainda precisa ser ampliada, na avaliação do gestor. “São embriões. Queremos fazer algo mais estruturado. Mas percebemos que as pequenas ações rendem grandes resultados”, defende.

O Setor Comercial Sul é uma área considerada estratégica por estar no centro da cidade e por oferecer condições favoráveis à vida noturna. “Queremos mostrar à população que podemos ter bares, restaurantes e boates na área central com segurança. É um ponto privilegiado por causa da oferta de vagas de estacionamento e por não ter problemas com perturbação sonora”, explica o secretário-adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour.

Revitalização 
A ação Centro Legal prevê ações conjuntas e permanentes para melhorias do centro da cidade. Ela começou em dezembro de 2015, na Rodoviária do Plano Piloto, com medidas para coibir o transporte irregular de passageiros e o comércio informal nas imediações do terminal. A partir de janeiro, continuou pelo Setor Comercial Sul. A região passou por pintura de meios-fios, podas de árvores e limpeza de bocas de lobo, entre outras iniciativas. Além disso, a Companhia Energética de Brasília (CEB) fez a troca da iluminação pública das Quadras 2 a 6 para reforçar a segurança.

Quartas Musicais
Em 27 de abril 
Das 12 às 14 horas
Na Praça Central do Setor Comercial Sul (Quadra 5)

3ª Quinta Cultural
Em 28 de abril 
Das 17 às 23 horas
Na Quadra 4 do Setor Comercial Sul, em frente ao Museu dos Correios