1/11/16 17:30
Atualizado em 10/8/17 às 16:14

Governo de Brasília entrega escritura de terreno da Embaixada de Angola

Futuras instalações próprias da missão representativa do país africano serão construídas na 811 Sul, no Setor de Embaixadas. Solenidade ocorreu no local na tarde desta terça-feira (1º)

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, entregou a escritura do terreno da Embaixada de Angola, nesta terça-feira (1º), ao vice-presidente de Angola, Manuel Domingos Vicente, e ao secretário de Patrimônio da União, Guilherme Estrada Rodrigues, entre outras autoridades. As futuras instalações próprias da missão representativa do país africano, que hoje funciona em espaço alugado na QL 6 do Lago Sul, ficarão na Quadra 811 Sul, no Setor de Embaixadas.

O vice-presidente de Angola, Manuel Domingos Vicente, o governador Rodrigo Rollemberg, o embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme, o deputado distrital Lira (PHS), e o secretário de Patrimônio da União, Guilherme Estrada Rodrigues.
O vice-presidente de Angola, Manuel Domingos Vicente, o governador Rodrigo Rollemberg, o embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme, o deputado distrital Lira (PHS), e o secretário de Patrimônio da União, Guilherme Estrada Rodrigues. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Com 25 mil metros quadrados, o terreno foi doado pelo Executivo local por meio da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). Primeiro, o espaço é transferido para a Secretaria de Patrimônio da União, que depois o repassará para a embaixada, por meio do Ministério das Relações Exteriores. O presidente da Terracap, Júlio César de Azevedo Reis, participou da solenidade.

A entrega no mês de novembro foi considerada especial pelo embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme: “Hoje se concretizam os esforços do governo angolano. Ficamos honrados de receber o terreno no mês de comemoração da independência do nosso País”. Ele ressaltou ainda que o Estado brasileiro foi o primeiro a reconhecer a independência de Angola, declarada em 11 de novembro de 1975.

Rodrigo Rollemberg reforçou o propósito de intensificar relações com comunidades amigas. “Esperamos que essa embaixada venha fortalecer os laços de amizade e manter o intercâmbio econômico, cultural e social.” No ano passado, a Embaixada de Angola recebeu alunos da rede pública no programa Embaixadas de Portas Abertas. O projeto é de iniciativa da colaboradora do governo local Márcia Rollemberg, que também esteve presente na cerimônia.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Governo de Brasília entrega escritura de terreno da Embaixada de Angola