10/1/19 15:41
Atualizado em 11/1/19 às 10:04

Ibaneis vai reabrir Casa da Mulher Brasileira

Fechada há um ano, unidade volta a funcionar parcialmente com apoio de outros pontos de atendimento nas estações do Metrô. Apenas 40% da estrutura poderá ser reaproveitada

 

Prédio passará por reformas e deve voltar a funcionar até o final do mês

Na manhã desta quarta-feira (10), o governador Ibaneis Rocha esteve na Casa da Mulher Brasileira em companhia da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e da secretária da Mulher no DF, Ericka Filippelli. O complexo, que foi inaugurado há quase 4 anos, está com graves problemas estruturais. Apenas parte do prédio passará por reformas para reabertura das atividades.

“Aqui o atendimento será parcial e para ajudar vamos criar outros pontos de apoio nas estações do Metrô”, explica o governador Ibaneis. No local, a intenção é abrigar parte dos serviços de atendimento psicológico e acolhimento. Já nas estações do metrô seriam levados os atendimentos da Polícia Civil, Defensoria Pública, Ministério Público, entre outros.

Para a reforma da Casa da Mulher, o governador informou que a Secretaria da Mulher tem no orçamento R$ 14 milhões em recursos enviados pelo Governo Federal. “Infelizmente, tinham o dinheiro para a manutenção, mas não fizeram nada. Já dei a determinação para o secretário de Obras e a secretária Ericka para iniciar as obras emergenciais. Por que nossa intenção é atender mais rápido e de forma prioritária essas mulheres”, afirmou Ibaneis ao lamentar os altos índices de violência doméstica registrados no DF.

Ex-presidente da Ordem dos Advogados do DF, o governador disse que a gestão dele vai se concentrar em combater a impunidade nesses casos de violência. “Ontem mesmo firmamos um convênio entre a SEJUS e a Defensoria Pública para reforçar o atendimento jurídico do Próvitima. Para mim esses crimes deveriam ser considerados hediondos. Não podem ficar sem punição”, explicou.

Secretária da Mulher, Ericka Filippelli, informou que estuda a construção de outras unidades da Casa da Mulher. “É determinação do governador levarmos essas unidades para as cidades. Ele mesmo sugeriu iniciarmos por Ceilândia e Planaltina. Estamos avaliando tudo isto, para viabilizar o quanto antes”, afirmou.

Ela informou que a proposta é integrar todos os serviços nas unidades. “Nossa intenção é evitar aquela rota crítica para quem já enfrenta a violência. Aqui, elas serão atendidas com apoio da justiça, do Ministério Público, Defensoria Pública, Polícia Civil, assistência psicossocial, acolhimento aos filhos e também capacitação profissional para que possa reconstruir a vida delas”, enumerou.

Galeria de Fotos

Visita Casa da Mulher

Últimas notícias
23/1/19 19:11
Sarney Filho apresenta prioridades da Sema a deputados distritais

 O secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, Sarney Filho, recebeu na manhã desta quarta-feira (23) o deputado Eduardo Pedrosa (PTC), presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Ciência e Tecnologia da Câmara Distrital.

23/1/19 18:30
Distrito Federal quer ampliar PPP’s

Delegação de representantes da China conhece oportunidades de investimento

22/1/19 19:37
SOS DF supera 12 mil ações em 20 dias

41 tipos de serviços, entre os quais substituição de lâmpadas, roçagem, podas de árvores, remoção de lixo, pintura de faixa, limpeza de boca de lobo e desobstrução da rede, além da operação tapa-buraco

22/1/19 16:36
Rodovia DF-285 será asfaltada

Governador Ibaneis assina ordem de serviço para licitação das obras e inaugura ginásio de esporte no PAD-DF. Ações fazem parte do SOS DF Rural