8/5/19 16:50
Atualizado em 12/7/19 às 16:02

Jovens que cumprem medida socioeducativa são aprovados no Encceja

Dos 59 inscritos, 15 receberam o certificado e vão poder cursar o ensino médio

Renato Araújo/Agência Brasília
Adolescentes da Unidade de Internação de Planaltina aprovados no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos avançam mais um degrau no processo de reinclusão social /Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Trabalhar os valores educacionais de alunos de cumprem medida socieducativa é uma tarefa árdua. Assim, cada vitória é comemorada e traz a esperança de recolocar adolescentes que cometeram infrações nos trilhos do bem. Na Unidade de Internação de Planaltina (UIP), 15 alunos foram aprovados pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

A avaliação é responsável pela certificação no nível de conclusão do ensino fundamental e do ensino médio. Ao todo, participaram do exame 59 adolescentes. No último ano, dos 80 participantes, foram aprovados apenas três – razão pela qual a direção da UIP tem muito o que comemorar.

“Essa avaliação promovida pelo Ministério da Educação é muito importante para nós”, avalia a professora de Letras Cinthia Monteiro, que há dez anos trabalha com jovens na UIP. “Além da certificação, a gente consegue elevar a autoestima desses adolescentes. E, quando você eleva a autoestima, o jovem vê que é capaz de colher vitórias por meio dos estudos”.

Quando você eleva a autoestima, o jovem vê que é capaz de colher vitórias por meio dos estudosCinthia Monteiro, professora

O Distrito Federal tem seis unidades de internação de adolescentes que cumprem medida socioeducativa. Funcionam em Brasilândia, Santa Maria, São Sebastião e Recanto das Emas, as duas últimas com duas unidades. A unidade de Planaltina foi a que mais aprovou neste ano. De acordo com os professores, o resultado positivo é fruto de estudos voltados para os simulados que foram realizados em anos anteriores.

“Eu me preparei por dois bimestres”, conta um dos inclusos, que agora passará do oitavo ano do ensino fundamental ano para o primeiro ano do ensino médio. “O meu professor de português me ensinou a fazer redação, que era algo que eu achava muito difícil. Aprendemos conteúdos de todas as matérias e fui aprovado. Fiquei muito feliz, me superei. Eu quero fazer faculdade de educação física, passar em um concurso para bombeiro e ter uma vida digna ao lado da minha irmã”.

A prova foi aplicada em outubro do ano passado, tendo sido os resultados divulgados em março deste ano. Nesta sexta feira (10), a UIP de Planaltina realizará a formatura dos aprovados. Paralelamente, será feita uma confraternização entre as famílias. Os certificados têm a mesma validade de qualquer outro diploma entregue aos estudantes do ensino público. A aprovação no Encceja também ajuda o recluso a ter a medida mais abrandada, levando em conta seu bom comportamento e empenho.

Galeria de Fotos

Adolescentes em medida socioeducativa são aprovados no Encceja