17/5/19 11:17
Atualizado em 17/5/19 às 11:17

Áreas de Desenvolvimento Econômico de Ceilândia são revitalizadas

Objetivo é garantir o desenvolvimento da região, atraindo empresas e investimentos por meio de melhorias na urbanização e mobilidade urbana

Quem anda por Ceilândia percebe a ação do Governo do Distrito Federal com obras de infraestrutura por toda a região administrativa. Nas Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADEs) do Setor de Indústrias e de Material de Construção não tem sido diferente. Homens e máquinas trabalham para concluir serviços de drenagem pluvial, pavimentação asfáltica, ciclovias, estacionamentos e urbanização de espaços públicos. O investimento de R$ 48 milhões é de um contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A ação é do Programa Procidades – da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

A subsecretária de Apoio às Áreas de Desenvolvimento Econômico (SDE), Maria Auxiliadora França, explica que objetivo do programa é garantir o desenvolvimento das áreas, atraindo empresas e investimentos por meio de melhorias na urbanização e mobilidade urbana.

Segundo mapeamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, no Setor de Indústrias existem 639 imóveis. Desses, 351 possuem empresas instaladas. Para dar maior comodidade aos empresários e clientes, o local está recebendo asfalto e o sistema de drenagem pluvial.

Já no setor de Materiais de Construção há 430 imóveis. A maioria ocupado por empresas (356). Nessa ADE estão previstas a construção de calçadas, ciclovias, estacionamentos e paisagismo. Para o trabalhador de serviços gerais Josivaldo Silva, 31 anos, as intervenções vão melhor o acesso ao setor. “Quando chove as ruas ficam alagadas e há muitos buracos também”, afirma. O empresário José Erivânio conta que há muitos galpões velhos e, abandonados na região. “Imagino que com essa pavimentação muitos desses negócios poderão ser retomados”, considera.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico