1/6/19 9:48
Atualizado em 12/7/19 às 15:49

Obras de asfaltamento em Vicente Pires seguem sem parar

Meta do GDF é concluir as principais vias da cidade durante o período de estiagem

Francisco Gualberto/Divulgação
Desde o início da gestão, o Governo do Distrito Federal (GDF) assumiu o compromisso de asfaltar as principais ruas
e avenidas de Vicente Pires antes do início do próximo período chuvoso.  E assim tem sido feito. Um rápido passeio pela cidade e você vai se deparar com máquinas e funcionários das empresas contratadas da Caesb, da CEB e da Novacap em pleno trabalho.
Na Rua 4, por exemplo, técnicos da Caesb trabalham no rebaixamento das redes de água e esgoto. Após a conclusão dos serviços, o local estará pronto para receber o tão esperado asfalto. “Estamos empenhados em entregar aos moradores e comerciantes de Vicente Pires muitos trechos asfaltados. Tenho certeza de que muitos dos problemas tradicionalmente enfrentados durante o período chuvoso não se repetirão neste ano. Importante ressaltar, no entanto, que a solução definitiva dos transtornos somente virão com a conclusão da obra prevista para 2020”, afirmou o secretário de obras, Izidio Santos.
Na Rua 5, em frente ao Horácio Fast Food, as obras de drenagem, abertura e interligação de ramais estão em fase final. Na sequência, será feita a terraplanagem, a compactação do solo e a aplicação da capa asfáltica. Operação semelhante está sendo executada na Rua 8. Por lá, a empresa contratada está realizando o alargamento da via, que terá 12,5 metros de largura.
As obras também estão em andamento da Rua 10. “Já está sendo feita a abertura da Rua 10A para a Rua 5. O BGS, material utilizado como base para a capa asfáltica, já está sendo aplicado e a tendência é que o asfalto esteja concluído neste trecho no fim da próxima semana”, comemora o administrador regional de Vicente Pires, Daniel de Castro.
O QUE ESTÁ SENDO FEITO
Estão sendo investidos R$ 463 milhões na execução de 185,6 km de drenagem pluvial e 253,4 km de pavimentação asfáltica em vias equivalentes a 7 metros de largura, além de calçadas e meios-fios ao longo dessas vias. O sistema de drenagem contará com 22 bacias de qualidade e detenção, além de 136 lançamentos, devidamente outorgados pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa).
ENTENDA A OBRA 
Vicente Pires possui uma área aproximada de 2.200 hectares e foi dividida, territorialmente, para providências de regularização, em Glebas, de número I a IV. Para a execução das benfeitorias em todo o setor, esses espaços foram divididos – durante a licitação – em lotes. Na Gleba I, estão os lotes: 1, 2 e 3.  Na Gleba II, encontram-se os lotes 4, 5, parte dos lotes 6 e 7, 8, 9, parte do lote 10 e 11. Na Gleba III, estão parte dos lotes 6 e 7. Na Gleba IV, ficam parte dos lotes 1 e 10.
*Com informações da Agência Brasília