2/7/19 17:46
Atualizado em 2/7/19 às 18:22

Estudantes recebem certificados de oficinas culturais

Entrega do documento foi realizada nesta terça-feira (2), com a presença do secretário de Segurança Anderson Torres

Fotos: Joel Rodrigues / Agência Brasilia

Aproximação com a família, amigos e professores e uma nova forma de enxergar o mundo são algumas das lições que os estudantes de Escolas de Gestão Compartilhada aprenderam com as oficinas de cinema, fotografia e pintura de tela. Nesta terça-feira (2), 110 deles receberam certificados pela participação nos cursos, no auditório do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), com a presença do Secretário de Segurança Pública, Anderson Torres. 

O programa é coordenado pela Subsecretaria de Prevenção à Criminalidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SUPREC/SSP) e promove o acesso à cultura e a prevenção social à criminalidade entre adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. Foram produzidos quatro filmes, fotos e muitos quadros pintados entre o final de março e a última semana de junho deste ano, com carga horária entre 20h e 50h, no período matutino e vespertino.

Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasilia

Quando perguntam o quê Rosa Olívia Santana, 14 anos, quer ser quando crescer ela já sabe a resposta: “Fotógrafa”. Estudante do 9º ano do Centro Educacional 308 do Recanto das Emas, a adolescente tem uma irmã que faz faculdade na área, mas só depois de participar do curso decidiu optar pela profissão. “Eu tinha problema de autoestima e as aulas me ajudaram a lidar com isso. Eu adoro pegar a câmera da professora e mexer para aprender coisas novas”, comenta.

Colega de Rosa Olívia, Ana Júlia Almeida, 15 anos, estava em uma situação parecida. “Eu sempre gostei de tirar foto, mas tinha autoestima baixa. No começo eu não estava muito animada, mas depois me apaixonei. Agora tenho uma rotina de dedicação à essa área e enfrento melhor as minhas dificuldades”.

José Almir Costa, 13 anos, ajudou a produzir um dos filmes exibidos durante o evento: Compartilhar para Unir. Como lição ao final das oficinas, ele explica que aprendeu a acreditar mais no potencial das pessoas. “Achei que ia desistir no começo, mas me encantei. Foi muito prático e hoje eu sei manusear uma filmadora profissional”, conta animado o estudante do 7° ano, do Centro Educacional 01 da Estrutural.  

Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasilia

O Secretário de Segurança de Pública, Anderson Torres, prestigiou o evento e elogiou os estudantes, ressaltando a importância da parceria entre as Secretarias do governo para desenvolver projetos como esse. “Quando chegamos em um ambiente de um  trabalho social como esse temos a certeza que terá um reflexo muito importante no futuro do Distrito Federal. Estamos muito felizes e satisfeitos”, destaca.   

Sobre o projeto

A ação é uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação do DF (SEEDF); de Estado de Justiça e Cidadania (SEJUS); de Estado de Desenvolvimento Social  (SEDES), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), entre outros. O trabalho também foi ampliado para mulheres que sofreram violência de gênero, com a realização de oficinas de pintura, além de aulas de serigrafia para pessoas do sistema penitenciário e workshops do mesmo assunto para crianças atendidas pela Legião da Boa Vontade (LBV). 

 

Galeria de Fotos

Entrega de certificados de cursos pela SUPREC/SSP