5/7/19 15:00
Atualizado em 5/7/19 às 15:11

Bombeiros usam dia de folga para doar alimentos a lar de idosos

Doações foram arrecadadas pelo CBMDF no 2º Encontro de Carros Antigos, evento realizado pela corporação no último sábado (29)

Alimento arrecadado tem doação prevista para 11 instituições que atendem idosos, crianças e famílias carentes do DF. Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasil

 

Cerca de 20 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal decidiram usar o dia de folga para fazer bem ao próximo. Eles entregam, ao longo de toda a sexta-feira (05), alimentos arrecadados no 2º Encontro de Carros Antigos, evento promovido pelo CBMDF no último sábado (29 de junho). O ingresso do encontro foi 1 quilo de alimento não perecível e, assim, a corporação arrecadou seis toneladas de produtos alimentícios. A comida será doada para 11 instituições que atendem idosos, crianças e famílias carentes do DF.

A primeira instituição a receber os donativos, na manhã desta sexta-feira (05), foi o Lar dos Velhinhos Maria Madalena, no Núcleo Bandeirante. Oitocentos quilos das seis toneladas arrecadadas foram entregues no local, que atende 90 idosos. A ação faz parte das comemorações aos 163 anos da corporação, criada no Rio de Janeiro, então capital federal, por D. Pedro II, em 2 de julho de 1856.

“Estamos muito felizes. O evento foi um sucesso, mais de 5 mil pessoas passaram pela Academia de Bombeiro Militar ao longo do dia. Nosso lema é quem não vive para servir ainda não aprendeu a viver e essa ação é uma prova disso”, disse o capitão Wilson Souza Mendes. ”As comemorações do aniversário da corporação tiveram eventos internos, de agraciamento de militares, e externos para a comunidade. Como esse [do Lar dos Velhinhos], que mostram nossa responsabilidade social”, ressaltou.

Idosos atendidos pelo Lar dos Velhinhos Maria Madalena moram no local e fazem seis refeições diárias. Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

 

Os idosos atendidos pelo Lar dos Velhinhos Maria Madalena moram no local e fazem seis refeições diárias. Por dia, eles consomem 70 litros de leite, 80 quilos de carne, 25 quilos de arroz, 15 quilos de feijão e 12 unidades de frango. “As doações são muito importantes para mantermos o atendimento”, diz Marcela Pereira Guedes, terapeuta ocupacional do Instituto Integridade, que administra o Lar dos Velhinhos.

Segundo ela, os idosos pagam uma mensalidade que corresponde a 70% da aposentadoria deles (o equivalente a cerca de R$ 600 na maioria dos casos). Além disso, o Lar dos Velhinhos recebe repasses de R$ 219 mil da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

“Mas 70% deste recurso é usado para pagamento de pessoal”, explica Marcela. “Precisamos de doações porque esses valores não suprem a demanda.”

A instituição também precisa de doações de fralda geriátrica, esparadrapo, gase e outros materiais para fazer curativo. Por dia, os idosos gastam 300 unidades de fralda.

“Também pedimos para a comunidade estar presente no dia-a-dia do lar. A troca de afeto é tão importante quanto as doações”, arremata a terapeuta ocupacional.

Galeria de Fotos

_JOE1680 Bombeiros fazem doaçao de alimentos ao lar dos velhinhos (16)