22/8/19 17:58
Atualizado em 22/8/19 às 17:59

Crianças entre 6 meses e 1 ano de idade devem se vacinar contra sarampo

Medida foi adotada pelo Ministério da Saúde devido ao número de casos da doença no Brasil e à alta taxa de incidência neste grupo

A partir desta quinta-feira (22), todas as crianças com idade entre 6 meses e menores de 1 ano de idade deverão ser vacinadas contra o sarampo. Em virtude da ocorrência de casos e surtos de sarampo em diversos municípios do Brasil, com maior taxa de incidência no grupo de menores de um ano, o Ministério da Saúde recomenda administrar a “dose zero” de tríplice viral (TV).

“A vacina, no calendário básico de vacinação, somente está prevista a partir de 12 meses. Sendo assim, as crianças de 6 a 11 meses estão desprotegidas. Desta forma, é importante que elas recebam essa dose antecipada como forma de proteção”, explica a enfermeira da área de imunização da Vigilância Epidemiológica, Rosa Maria Mossri.

Cerca de 14 mil crianças nesta faixa etária devem ser imunizadas com a dose zero de tríplice viral. “É importante a adesão dos pais, para evitar o adoecimento dos seus filhos, bem como suas complicações e o surgimento de novos casos de sarampo no DF”. Nesta semana, foram confirmados três casos no Distrito Federal. Outros cinco estão em investigação.

Cabe ressaltar que a dose zero, aplicada em crianças menores de 1 ano, não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Deve-se agendar as doses de rotina da vacina tríplice viral aos 12 meses de idade (1ª dose) e aos 15 meses (2ª dose) com a vacina tetra viral, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as vezes.

A vacina está contraindicada para crianças menores de 6 meses, gestantes e imunodeprimidos. A vigilância também recomenda que se evite engravidar em um período de 30 dias após a administração da dose.