18/9/19 16:56
Atualizado em 18/9/19 às 18:32

Mutirão limpa Córrego Samambaia

Ação foi realizada pela equipe de internos do projeto Mãos Dadas e antecipa eventuais problemas com a temporada das chuvas

Sacolas plásticas, vasilhas de isopor, copos, canudos, embalagens de salgadinhos e até fraldas descartáveis. Esses e outros tipos de material foram retirados do Córrego Samambaia durante ação realizada pela equipe do projeto Mãos Dadas, nesta quarta-feira (18).

A Secretaria de Obras, em parceria com a Companhia Urbanizadora Nova Capital do Brasil (Novacap), Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap) e Administração Regional de Vicente Pires, está investindo em ações preventivas para minimizar os transtornos na região, na época de chuva.

“Com essas ações estamos nos preparando para a temporada das chuvas. Nossa ideia é recolher o máximo de lixo e reforçar a limpeza das ruas”, destaca o administrador regional de Vicente Pires, Daniel de Castro. “Hoje, concentramos nossos esforços na limpeza das marginais do Córrego Samambaia. É um serviço necessário para que as águas possam correr sem qualquer retenção, mesmo que o volume das chuvas seja maior”, explica.

Programa Mãos Dadas
Criado em 2011, o objetivo do projeto é oferecer trabalho, remunerado ou voluntário, a internos que cumprem pena no regime semiaberto no Sistema Penitenciário do Distrito Federal. As atividades consistem em pequenas intervenções urbanas, como reformas de espaços públicos, limpeza e manutenção de bocas de lobo, entre outras.

“Sem o auxílio da Funap não teríamos condições de executar muitos desses serviços preventivos. Temos contado com o suporte dos internos na limpeza da cidade, na colocação de meios fios, na construção de calçadas, na reforma de parques infantis e de quadras poliesportivas, entre outras ações”, destaca Izídio Santos, secretário de Obras do DF.