17/2/20 14:22
Atualizado em 21/2/20 às 10:40

Sobradinho e Sobradinho II retomaram as aulas com boa estrutura nas escolas

Pinturas e pequenos reparos feitos desde dezembro proporcionam conforto e bem-estar a milhares de estudantes da rede pública da região

| Fotos: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

A dona de casa Fabiana Pires, de 33 anos, passou por algumas escolas do Distrito Federal quando estagiou no curso de magistério. Conheceu unidades públicas e particulares, o suficiente, segundo ela, para avaliar a qualidade da estrutura de algumas delas. Moradora de Sobradinho, matriculou o filho Mateus, de 5 anos, no Cento de Ensino Infantil (CEI) 2, uma das 18 escolas administradas pela Regional de Ensino que receberam manutenção do Governo do Distrito Federal (GDF) este ano.

Com pintura nova nas paredes, portas e janelas, pátio revitalizado, manutenção da rede elétrica do refeitório e jardim limpo e bem cuidado, a escola colorida recebe meninos e meninas na primeira infância. Junto a outras da região, segue um padrão de excelência na qualidade de suas instalações. “Acho aqui maravilhoso, acima da média; é aquele lugar em que as crianças podem aproveitar cada cantinho”, conta Fabiana.

A revitalização das escolas públicas de Sobradinho, Sobradinho II e Fercal foi coordenada pela Regional de Ensino de Sobradinho, responsável por gerenciar as três regiões administrativas, em parceria com a direção das 47 unidades de ensino, sendo 28 na primeira cidade, nove na segunda e dez na terceira.

Coordenador da regional, Marco Aurélio Vieira de Souza explica que a manutenção permanente das escolas das três cidades dispensou a necessidade de intervenção na maioria delas. “No geral, nossas escolas são bem-cuidadas”, diz. “Ainda que tenhamos muitas escolas quinquagenárias, o cuidado e a conservação delas são constantes. Nossos gestores são muito comprometidos com suas comunidades e sempre procuram, dentro de suas limitações, oferecer o melhor para nossa sociedade, seja na questão pedagógica estrutural, seja na administrativa”.

Caic

No Centro de Assistência à Primeira Infância (Caic) de Sobradinho II, a frequência de crianças é grande. Inaugurada em 1993, a escola tem mais de 8 mil metros quadrados, 44 salas de aula, ginásio coberto, pátio descoberto e muita área livre para cerca de 1,6 mil alunos matriculados da educação infantil ao quinto ano das séries iniciais.

A obra na cantina, em fase de conclusão, é grande: o piso foi trocado, as pias ganharam bancadas e as paredes foram revestidas. A sala de projeção também foi ampliada e ganhou uma TV de 65 polegadas. Do lado de fora, os parquinhos foram totalmente revitalizados e gramados (tanto com grama natural quanto com material sintético), os brinquedos recuperados, um pátio de terra foi calçado e as salas de artes marciais foram ampliadas. “Está muito mais bonito e organizado”, elogia a dona de casa Claudiana Barbosa Silva, de 20 anos. “Com o parquinho de terra, meu filho chegava bem sujinho em casa.”

Claudiana Barbosa gostou das reformas no Caic de Sobradinho II: . “Com o parquinho de terra, meu filho chegava bem sujinho em casa”

Ensino médio

Na maior e uma das mais antigas escolas públicas de Sobradinho, a estrutura também recebeu reparos, e o ano começou com bancos novos na área de convivência, pintura e forros de PVC substituídos por acartonados. É o Centro de Ensino Médio (CEM) 1, com quase 2 mil estudantes do primeiro ao terceiro ano em aulas nos três turnos.

Além das paredes pintadas, as 27 salas de aula ganharam um quadro 3 em 1 que se movimenta e serve para escrever com giz, de pincel atômico e também para projeção de data show. A expectativa agora é de instalação de aparelhos de ar-condicionado em todas as salas.

Centro de Ensino Infantil 4: por dentro e por fora, tudo foi revitalizado e parece novo

É o que já possui o CEI 4. Em todas as salas que atendem alunos de 4 e 5 anos, há refrigeração e um bebedouro. A escolinha está com pintura nova, o que trouxe conforto para as crianças e os adultos. O Serviço de Orientação Educacional (SOE) foi ampliado, ganhou armários novos e, assim como a secretaria e a sala dos professores, teve as paredes recuperadas e o piso trocado. “Estamos de casa quase nova”, comemora a diretora Letícia do Nascimento.

Galeria de Fotos

Sobradinho e Sobradinho II retomaram as aulas com boa estrutura nas escolas