3/4/20 19:51
Atualizado em 4/4/20 às 14:04

Chinesa Huawei doa 12 mil máscaras cirúrgicas ao GDF 

Produtos serão usados no hospital de crise construído no Mané Garrincha. A gigante das telecomunicações também ofereceu um sistema inteligência artificial para auxiliar no diagnóstico da Covid-19

Na próxima segunda-feira, o governo do Distrito Federal (GDF) receberá mais doações de materiais para ajudar na prevenção à Covid-19. Desta vez, da  multinacional Huawei, mediante parceria com a Biotic, empresa gestora do Parque Tecnológico de Brasília. Ambas firmaram no ano passado um acordo de cooperação para a implantação do primeiro ambiente de teste 5G permanente no Brasil. 

Além de mais de 12 mil máscaras cirúrgicas, que serão doadas para o hospital de crise ao combate da Covid-19, construído no Estádio Mané Garrincha, a multinacional cederá um sistema de IA (inteligência artificial) para auxílio no diagnóstico da Covid-19 por meio de imagens de tomografia computadorizada. 

A Biotic já iniciou os trâmites com o Comitê de Crise do Palácio do Buriti, com o apoio do Escritório de Assuntos Internacionais da Governadoria, para efetivar a ação. “Nesse momento de crise, também cabe à Biotic a ativação do ecossistema de inovação em prol do combate à pandemia”, destaca Gustavo Dias Henrique, presidente da instituição.  

 O chefe da Casa Civil, Valdetário Monteiro, destaca a importância de iniciativas como a da Huawei. “As ações como estas mostram que, juntos, iremos sair desta crise com responsabilidade e fortalecimento nas áreas da tecnologia e da saúde pública.” 

Para a chefe do Escritório de Assuntos Internacionais, Renata Zuquim, a iniciativa demonstra a sinergia que o governo do Distrito Federal tem com a Embaixada da China. “Essa doação, apesar de inserida em um contexto emergencial, retrata a parceria continuada e a cooperação profícua entre o GDF e a embaixada da China, que, certamente se estenderão em outras iniciativas”, diz ela. 

* Com informações da Terracap