29/4/20 14:54
Atualizado em 29/4/20 às 15:17

Ceilândia cerca terrenos para evitar descarte irregular de lixo  

A previsão é que 11 grandes áreas que servem de lixão sejam contempladas com a operação. A iniciativa conta com a parceria da Terracap

Pensando em parceiras e alternativas para combater o descarte de lixo irregular na maior cidade do Distrito Federal, a Administração Regional de Ceilândia, em parceria com a Terracap, começou o cercamento de grandes terrenos que servem como depósito irregular de lixo e entulho. A Área Especial da QNM 16, ao lado do Ensino Médio 02, em Ceilândia Norte, foi a primeira a receber a operação.

A iniciativa da administração tem como um dos objetivos conscientizar a comunidade e os carroceiros sobre a importância de não despejar os resíduos em locais não autorizados. Além de solucionar um problema social, ambiental e de saúde pública que acabou, a ação resultar na instalação de lixões em diversos terrenos da cidade.

Dupla de trabalho

Equipes da administração de Ceilândia realizarão a limpeza dos espaços com a retirada de lixo e entulho e, em contrapartida, a Terracap que é a dona dos terrenos, fará o cercamento e sinalizará dos locais com placas de advertência.  A previsão é que 11 grandes áreas que serviam de lixão na região sejam contempladas.

“Por meio do mapeamento identificamos grandes áreas que servem como verdadeiros lixões em Ceilândia. Diariamente limpamos esses terrenos, mas novamente são sujos. A solução foi fazer o cercamento dos locais para impedir o descarte. Nossa parte estamos fazendo e esperamos que toda à comunidade colabore e também denuncie os sujões! ”, afirma Marcelo Piauí, administrador da cidade.

Ele ressalta que equipes da administração retiram das ruas cerca de 40 toneladas de lixo por dia e que terrenos e áreas públicas recebem todos os dias equipes para retirar sofás, colchões, sacos plásticos, resto de obras, pneus e eletrodomésticos quebrados.

“ Mesmo com as operações de limpeza não conseguimos deixar nossa cidade limpa. É necessário que todos se conscientizem. O Governo está cuidando da saúde das pessoas ao manter a região limpa. A partir de agora vamos adotar medidas mais duras para quem for pego sujando as ruas da nossa cidade”, enfatiza.

Quem for pego sujando área pública poderá ser encaminhado à delegacia e responder por crime ambiental conforme legislação vigente. A iniciativa também contará com o apoio da Policia Militar e do DF Legal.

* Com informações da Administração Regional de Ceilândia