6/5/20 17:06
Atualizado em 6/5/20 às 17:06

Operação DF livre de carcaças chega a Ceilândia 

Com a ação desta quarta-feira (6), 259 carros abandonados foram retirados das ruas do DF

Mais uma cidade recebeu a força-tarefa para eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti – transmissor de dengue, zika e chikungunya. Desta vez, a cidade mais populosa do Distrito Federal – Ceilândia – recebeu a Operação DF Livre de Carcaças. Durante o dia, foram retirados quinze veículos abandonados das ruas da cidade. Proprietários de veículos do Setor de Oficinas de Ceilândia se comprometeram a retirar os veículos abandonados das ruas até quinta-feira (14) da próxima semana, quando será feita uma fiscalização.

“Além da retirada das carcaças, fizemos uma trabalho educativo com a população e explicamos a importância de retirar esses materiais das ruas. Alguns proprietários se prontificaram a retirar os veículos das ruas”, contou o coordenador dos Consegs na SSP/DF, Marcelo Batista que explicou ainda que até quinta-feira da semana que vem

A Operação é coordenada pela SSP/DF e é resultado de uma parceria das secretarias executivas das Cidades e de Políticas Públicas, DF Legal, do Departamento de Trânsito (Detran-DF), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde (SES).

A Administração Regional do Ceilândia apoiou a Operação desta quarta-feira (6), que contou com apoio de policiais da Diretoria de Operações Especiais (DOE), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Para o administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí, atende uma demanda importante da população. “Além de estarem em locais proibidos, as carcaças podem ser focos de doenças ou servir de abrigo para usuários de drogas”.  A identificação dos veículos abandonados foi feita com o apoio dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs). As próximas cidades a receber a Operação serão Santa Maria, na próxima segunda-feira (11), e Gama na quarta-feira (13).