9/5/20 10:50
Atualizado em 10/5/20 às 13:28

Servidores da Educação terão apoio psicológico na quarentena

Objetivo é manter a saúde mental durante o isolamento

Os servidores da Secretaria de Educação terão plantão de atendimento psicológico on-line durante a pandemia do coronavírus. O serviço será realizado por profissionais da Secretaria de Economia e tem como objetivo promover um espaço de fala e escuta qualificada e orientar os servidores de como cuidar da saúde mental.

A iniciativa faz parte do programa de qualidade de vida e bem-estar do servidor implementado na Secretaria de Educação. “Neste momento de pandemia, onde muitas doenças emocionais são afloradas, é muito importante esse plantão de acolhimento psicológico para efetivamente se ter o bem-estar dos servidores. Mesmo com as atividades escolares suspensas e servidores em teletrabalho, a Secretaria de Educação não deixa de se preocupar”, ressalta a subsecretária de Gestão de Pessoas, Kelly Cristina Ribeiro Bueno.

Para participar, os interessados devem encaminhar um e-mail com nome completo, CPF, matrícula e lotação para plantao.saudemental@economia.df.gov.br. Em seguida, o psicólogo responsável entrará em contato, solicitando informações prévias para o agendamento. Poderão ser realizadas até três sessões de acolhimento. “Finalizada a terceira sessão, se o servidor interessado ainda tiver necessidade de participar do processo, pode solicitar novo acolhimento”, esclarece Jacqueline Ferraz, gerente de Saúde Mental e Preventiva da Secretaria de Economia.

O plantão on-line estará em vigor durante a pandemia. Após o retorno das atividades presenciais, a Gerência de Saúde Mental continuará com as propostas previstas para 2020, direcionadas para o público-alvo da 4ª edição do programa de Orientação para Aposentadoria, programa de Gestão dos Riscos Psicossociais relacionados ao trabalho e suporte psicológico em grupo.

Dicas para lidar com o isolamento e manter a saúde mental
 Converse com pessoas nas quais você confia. Entre em contato com seus amigos e familiares.
 Ao ficar em casa, mantenha um estilo de vida saudável. Faça atividade física, mesmo dentro de casa, mantenha uma alimentação saudável.
 Respeite as horas de sono.
 Não use tabaco, álcool ou outras drogas para lidar com suas emoções.
 Se você se sentir sobrecarregado, converse com um profissional de saúde, assistente social, ou outro profissional ou pessoa confiável em sua comunidade.
 Tenha um plano para onde ir e procurar ajuda para a saúde física, mental e psicossocial, se necessário.
 Conheça os fatos sobre o seu risco e saiba como tomar precauções. Use fontes confiáveis para obter informações, como o site da Organização Mundial da Saúde.

 — 

  • Com informações da Secretaria de Educação