15/6/20 16:31
Atualizado em 15/6/20 às 16:31

União pelo turismo e por Brasília mobiliza entidades do setor

Movimento criado pela Setur fortalece e executa ações efetivas em todo o DF

Arte: Divulgação / Setur

 

Os representantes do trade turístico de Brasília estão unidos em torno de um único propósito: a retomada do turismo na capital federal. Para propagar essa mensagem e demonstrar a força do trabalho conjunto, a Secretaria de Turismo (Setur) reuniu, em um vídeo, declarações de 19 representantes de entidades do Distrito Federal, como parte do movimento #JuntosporBrasília #JuntospeloTurismo.

O turismo interage com 52 atividades produtivas da economia e é um dos maiores potenciais de desenvolvimento econômico brasileiro. Focado nessa amplitude, o movimento lançado pela Setur conta com a participação de diversas áreas envolvidas e beneficiadas por essa atividade econômica. O novo vídeo da campanha #JuntosporBrasília #JuntospeloTurismo dá voz aos diferentes segmentos.

“O movimento #JuntosporBrasília #JuntospeloTurismo é uma iniciativa inédita por conseguir atingir, na prática, a integração entre governo, empresas, universidades e sociedade na elaboração de ações conjuntas para o setor produtivo do turismo”, resume a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça. “A união de esforços nos traz a possibilidade de uma posição vantajosa como destino turístico e grandes chances de efetividade das ações, devido à abrangência e adesão dos envolvidos.”

“O movimento é uma iniciativa inédita por conseguir atingir, na prática, a integração entre governo, empresas, universidades e sociedade na elaboração de ações conjuntas para o setor produtivo do turismo”Vanessa Mendonça, secretária de Turismo

Ampla representatividade

Fazem parte desse trabalho representantes das seguintes entidades: Associação Brasiliense das Agências de Turismo Receptivo (Abare), Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (Abbtur), Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Comercial do DF (ACDF), Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing (ADVB), Brasília e Região Convention & Visitors Bureau (BRCVB), Centro de Excelência em Turismo da UnB, Fecomércio-DF, Federação dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Fetratuh), Fibra, Fórum das Instituições de Ensino Superior, Ruraltur, Sindicato das Empresas de Turismo do DF (Sindetur), Sindeventos, Sindicato dos Guias de Turismo (SindgTur) e Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar). Essas instituições são membros do Conselho de Turismo do Distrito Federal (Condetur).

“Toda essa mobilização que está sendo feita é importantíssima nessa fase tão crítica que estamos passando”, destaca o presidente do Sindhobar, Jael Antônio da Silva. “É hora de valorizar e resgatar o turismo interno, principalmente na capital; mostrar o Brasil, as belezas naturais, toda a nossa arquitetura. É um movimento muito relevante que consegue unir todos os nossos coletivos, fortalecendo a retomada do turismo na cidade.”

O presidente da Fecomércio, Francisco Maia, também enalteceu a iniciativa da Setur: “A Fecomércio apoia essa campanha por saber da relevância do segmento para a economia da cidade. A engrenagem do turismo tem a capacidade de gerar empregos e renda em diversas atividades, por isso a importância de ter um grupo de trabalho, com entidades representativas e com a participação do governo, para que possamos superar esse momento de incertezas. Vamos sair dessa juntos”.

Para o presidente da Abrasel, Beto Pinheiro, a criação dos grupos de trabalho e da integração de todo o trade turístico é fundamental para a recuperação do setor. “Creio que tem muita riqueza nesse trabalho de pensar juntos”, ressalta.

Grupos de trabalho

Além de veicular uma mensagem de união e esperança, o movimento #JuntosporBrasília #JuntospeloTurismo também gera ações concretas em prol do desenvolvimento do turismo. A partir do movimento e da comunicação entre as entidades, foram criados cinco grupos temáticos de trabalho, divididos por áreas de afinidade: GT Eventos, GT Gastronomia, GT Artesanato, GT Qualificação e Pesquisa e GT Rotas Turísticas.

Os grupos se reúnem periodicamente por meio de videoconferência e, além das entidades, contam com a participação da iniciativa privada, representantes de instituições de ensino e outras organizações que possam contribuir para o tema debatido em cada ocasião. A união dos setores tem como objetivo buscar soluções de curto, médio e longo prazo para a retomada econômica dos segmentos que formam o setor do turismo.

Após a conclusão dos trabalhos, serão produzidos relatórios das ações estratégicas, diretrizes e atividades de cada grupo. “Os participantes estão apresentando soluções criativas e inovadoras para esse período de crise, que com certeza também serão utilizadas após o fim das medidas de enfrentamento dessa epidemia”, adianta a secretária de Turismo. “É um trabalho pensado também para o nosso novo mundo, com novas formas de vivenciar o turismo e a nossa cidade”.

Assista, abaixo, ao vídeo.

 

 

 

 

 

 

 

* Com informações da Setur