3/9/20 19:54
Atualizado em 4/9/20 às 10:47

Investidos R$ 112,6 milhões na expansão de escolas

Licitação para contratar empresas que farão as obras será feita pela Novacap. A estimativa é que sejam gerados cerca de 750 empregos

Obras aumentarão quantidade de salas de aula e banheiros. | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Mais de R$ 112,6 milhões vão ser investidos na rede pública de ensino do Distrito Federal para expandir escolas públicas em todas as 33 regiões administrativas. Com licitação marcada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) para 10 de setembro, às 9h, o projeto de expansão implica aumentar a quantidade de salas de aula e banheiros por unidade escolar, os quais serão construídos em módulos.

Cerca de 90 unidades escolares passarão por esse processo de ampliação. Ao final do projeto, a rede pública de ensino poderá receber com mais conforto estudantes já matriculados, além dos que tenham interesse em estudar em escolas do DF. A estimativa é que sejam gerados cerca de 750 empregos, seja de maneira direta ou indireta.

O secretário de Educação, Leandro Cruz, explica que a expansão das áreas físicas da rede pública de ensino não passa apenas pela construção de novas escolas. “É preciso também buscar soluções, aproveitando os espaços que já temos. Há regiões no Distrito Federal onde o número de estudantes vem aumentando, e estamos nos preparando para recebê-los com melhor estrutura física. Mesmo neste momento complexo, em que enfrentamos uma pandemia, continuamos trabalhando para garantir o ensino gratuito e de qualidade”, afirma.

Para execução das obras foi firmado um convênio entre a Secretaria de Educação e a Novacap. Os serviços na área de arquitetura e engenharia serão responsabilidade da Novacap, que também cuidará da supervisão técnica e da fiscalização das obras. Os repasses financeiros ficam por conta da Educação, assim como os recebimentos provisório e definitivo de cada obra.

Para o diretor presidente da Novacap, Fernando Leite, “o período é complicado, mas o GDF sabe que não pode parar e, por isso, investe em obras para a comunidade educacional que, consequentemente, geram empregos e movimentam a economia.”

Prazo

A Novacap abriu a licitação no dia 27 de agosto, atendendo as prioridades da Secretaria de Educação, para contratar, por meio de pregão eletrônico do tipo menor preço, empresas de engenharia para se responsabilizar pelas obras. O prazo para concluir as obras, contado a partir da finalização do processo licitatório e da contratação, é de 120 dias.

A licitação será dividida em oito lotes, cada um a cargo de determinada quantidade de regiões administrativas. As empresas poderão contratar de um a mais lotes, sendo que cada lote licitado terá um vencedor.

Além disso, as obras estão classificadas em tipos 1 a 7, em que cada tipo indica a quantidade de salas de aula em cada módulo e um layout diferente. Os tipos 1, 2, 3 e 4, por exemplo, são módulos com seis salas de aula em diferentes disposições, enquanto os 5, 6 e 7 são de quatro salas de aula, também em diferentes disposições. Cada sala comporta até 35 estudantes.

══════════════════
Serviço:

A licitação está marcada para 10 de setembro, às 9h. O edital e os anexos devem ser retirados exclusivamente neste site. Outros contatos e informações podem ser obtidos por meio dos telefones (61) 3403-2321 ou (61) 3403-2322 e pelo e-mail ascal@novacap.df.gov.br.

Confira os lotes
Lote 1 Planaltina, Sobradinho, Sobradinho II e Fercal
Lote 2 Plano Piloto, Cruzeiro, Lago Sul, Lago Norte, Sudoeste/Octogonal, SCIA, SIA e Vicente Pires
Lote 3 Gama, Santa Maria, Recanto das Emas e Riacho Fundo II
Lote 4 São Sebastião, Jardim Botânico e Park Way
Lote 5 Brazlândia, Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol
Lote 6 Paranoá, Varjão e Itapoã
Lote 7 Taguatinga e Samambaia
Lote 8 Núcleo Bandeirante, Guará, Riacho Fundo, Candangolândia, Águas Claras e Arniqueiras

* Com informações da Secretaria de Educação