3/12/20 9:55
Atualizado em 3/12/20 às 15:12

Aluna da rede pública ganha concurso nacional de fotografia

Registro da estudante de 17 anos do Centro Interescolar de Línguas (CIL) de Sobradinho será publicada em calendário da Fundação Japão

Benkyoo no jikan, de Geovana Barboza RIbeiro, de Sobradinho, está entre as fotografias selecionadas no concurso para ilustrar o calendário da Fundação Japão

O tradicional concurso de desenhos da Fundação Japão, que seleciona trabalhos entre alunos que estudam a língua japonesa em instituições de ensino fundamental e médio em todo o Brasil, este ano mudou. Para inovar, os 212 participantes deste ano enviaram fotografias, sob o tema O Japão perto de mim. Entre as fotografias selecionadas para o calendário, está a de Geovana Barboza Ribeiro, de 17 anos, estudante do Centro Interescolar de Línguas (CIL) de Sobradinho.

Participaram alunos de 13 escolas públicas e particulares dos estados do Amazonas, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo, além do Distrito Federal, que registraram cenas nas proximidades de cada participante com alusão ao Japão.

A aluna vencedora foi Maria Julia Battilani Belo, de 8 anos, estudante do terceiro ano do ensino fundamental de Maringá, no Paraná. A fotografia de Maria Julia, intitulada “Revoada dos tsuru”, traz a imagem das tradicionais dobraduras (origami) de grous (tsuru), pássaros que simbolizam paz, saúde e longevidade.

Todos os 12 trabalhos escolhidos estarão no calendário da Fundação Japão de 2021. Além destes, 52 fotografias receberam menção honrosa e serão divulgadas no site da instituição.

Concurso da Fundação Japão

O Concurso de Desenho, criado há 21 anos e realizado entre alunos que estudam japonês em escolas de ensino fundamental e médio, este ano, deu lugar ao Concurso de Fotografias, trazendo novos ares ao cenário em que vivemos atualmente.

Os 12 trabalhos selecionados poderão ser conhecidos no site da Fundação Japão. As fotografias ilustrarão o calendário 2021 da Fundação Japão, que será distribuído gratuitamente assim que as atividades da Biblioteca forem retomadas.

Os alunos premiados

O trabalho vencedor este ano veio de Maringá, Paraná, de autoria da aluna Maria Júlia, do Colégio São Francisco Xavier. A foto, intitulada “Revoada dos tsuru”, foi feita em homenagem ao avô, Edson Battilani, que havia falecido vítima da Covid-19 poucos dias antes da realização do concurso. “Meu avô ia ficar muito feliz, sempre incentivou a arte e a cultura na nossa família. A foto dos tsuru é uma homenagem para ele”, contou Maria Julia.

A aluna, que sonha em ser artista plástica e criadora de pássaros, é também grande apreciadora da cultura japonesa. “Adoro comida japonesa, animes e as aulas na escola. Estudo a língua japonesa desde o primeiro ano. Também gosto de origamis. A minha cidade, Maringá, recebeu muitos imigrantes japoneses. Tenho muitos amigos descendentes de japoneses e, na minha família, meu tio e priminho Otávio.”

Confira, a seguir, a relação dos trabalhos selecionados para o calendário 2021 da Fundação Japão, em ordem de idade dos participantes.