16/2/21 21:50
Atualizado em 17/2/21 às 17:27

EAI participa de encontro internacional virtual

Reunião tratou de ações da União de Cidades Capitais Ibero-Americanas (Ucci), da qual o DF é vice-presidente de Governança

Reprodução
A Ucci é uma rede de cooperação composta por 29 cidades (de 24 países), entre elas, Brasília, membro nato desde 1986

Nesta terça-feira (16), representantes do Escritório de Assuntos Internacionais (EAI) participaram do Encontro de Diretores de Relações Internacionais e Coordenadores da União de Cidades Capitais Ibero-Americanas (Ucci), realizado no formato virtual. Durante a reunião, foram debatidas as ações de 2020 e traçadas as perspectivas para este ano.

A Ucci é uma rede de cooperação composta por 29 cidades (de 24 países), entre elas, Brasília, membro nato desde 1986. Essa rede tem o papel de agregar as cidades e fortalecer os governos democráticos locais, objetivos pelos quais busca trabalhar sustentabilidade, organização interna e governança ambiental, além da promoção da troca de conhecimentos em diferentes áreas.

“A rede quer ser utilizada como uma ferramenta ibero-americana, à disposição das áreas internacionais e das cidades-membros”, declarou a diretora-geral da Ucci, Ana Román.

“Brasília é vice-presidente de Governança e buscou, junto à Ucci, promover o diálogo sobre a temática significativa para a administração pública e que ainda encontra tantos entraves na implantação em governos locais”Renata Zuquim, chefe do EAI

Administração pública

“Brasília é vice-presidente de Governança e buscou, junto à Ucci, promover o diálogo sobre a temática significativa para a administração pública e que ainda encontra tantos entraves na implantação em governos locais”, resumiu a chefe do EAI, Renata Zuquim. “Por meio de uma movimentação virtual, realizamos webinars para tratar de diversos aspectos que envolvem o tema, com muito sucesso.”

No ano passado, o EAI promoveu junto à Ucci e a Controladoria-Geral do DF (CGDF) o webinar Governança no Setor Público: Desconstruindo Mitos, que proporcionou a troca de experiências entre os governos das cidades-membros participantes.

* Com informações do EAI