20/2/21 12:15
Atualizado em 5/3/21 às 8:36

Atualização diária das medidas de combate à covid-19 pelo GDF

Equipamentos reforçam proteção dos profissionais de saúde diante da nova onda da pandemia do coronavírus

*Conteúdo atualizado às 8h231 de sexta-feira (5)

Quase 150 mil pessoas já foram vacinadas no DF

 No primeiro dia de vacinação para quem tem 75 anos, 5.620 receberam a primeira dose

vacinação para os idosos com 75 anos começou nesta quinta-feira (4) nos 42 pontos de vacinação. Foram vacinadas 5.620 pessoas com a primeira dose e 1.841 com a segunda durante o dia. Ao longo da campanha, que começou no dia 19 de janeiro, 149.851 integrantes do grupo prioritário já foram imunizados com a primeira dose e 55.986 com a segunda.

Para ser vacinado, o cidadão que faz parte do público-alvo deve agendar data, horário e local pelo site, ou pelo Disque Saúde 160, opção 6. A expectativa da Secretaria de Saúde é vacinar 9.364 pessoas na faixa etária de 75 anos e quem tem idade superior.

Iges-DF tem em estoque mais de 575 mil máscaras e luvas

Equipamentos reforçam proteção dos profissionais de saúde diante da nova onda da pandemia do coronavírus

Com o aumento de pessoas infectadas pelo coronavírus no Distrito Federal — 1.520 novos casos somente nas últimas 24 horas —,  o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF) reforçou o abastecimento de luvas, máscaras e outros equipamentos de proteção individual (EPIs) para serem usados pelos profissionais de saúde.

Segundo balanço desta quinta-feira (4), há 575.666 itens estocados na Central de Armazenamento para atender o Hospital de Base, o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e as seis unidades de pronto atendimento (UPAs).

Ativados mais 20 leitos de UTI no Hospital de Ceilândia

Rede conta agora com 272 leitos de terapia intensiva para atender pacientes com covid-19

A taxa de transmissibilidade do coronavírus no Distrito Federal chegou a 1,32 nesta quinta-feira (4). O ideal é que ela esteja abaixo de 1. Diante disso, no Distrito Federal o número de casos está em ascendência, bem como a taxa de ocupação dos leitos de UTI. A Secretaria de Saúde tem observado esse cenário e está ativando mais leitos para não desassistir à população. Nesta quinta, mais 20 leitos de UTI covid foram ativados no Hospital de Ceilândia (HC), antigo Hospital de Campanha de Ceilândia.

Com mais essa ativação, o DF chega a ofertar 272 leitos de UTI covid. Nos próximos dias, mais leitos serão abertos. A previsão é mobilizar 221 leitos até o final do mês, conforme o cronograma iniciado no dia 26 de fevereiro.

Índice de transmissão do coronavírus sobe

Em uma semana, número passou de 0,89 para 1,32 e acende alerta para que a população evite circular pelas ruas

O coronavírus está em alta pelas ruas do DF. A atenção e o cuidado da população precisam ser redobrados. O alerta foi feito pelo secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, durante entrevista, na manhã desta quinta-feira (4), à Rádio BandNews FM. Segundo o gestor, o índice de transmissibilidade pulou de 0,89 – cifra registrada há uma semana – para 1,32.

“Tecnicamente, tudo precisa ser feito para diminuir esse índice e também o da taxa de ocupação de leitos de UTI”, explicou Okumoto. “Esse trabalho está sendo feito por meio da nossa epidemiologia”. Outra preocupação do secretário são os registros de internações por covid-19 nas unidades públicas e privadas.

Drive-thrus vão fazer vacinação de idosos neste sábado (6)

Não haverá necessidade de agendar o serviço, que será disponibilizado no Parque da Cidade, Shopping Iguatemi e na Faculdade Unieuro, em Águas Claras

Neste sábado (6), três drive-thrus da vacinação contra a Covid-19 irão funcionar das 9h às 15h para atender os idosos com 75 anos ou mais e outros integrantes do grupo prioritário. Não haverá necessidade de agendar o serviço, que será disponibilizado no Parque da Cidade, Shopping Iguatemi e na Faculdade Unieuro, em Águas Claras. A medida, segundo a Secretaria de Saúde, é para atender aqueles que têm alguma dificuldade em ir aos postos durante a semana.

Seis mil denúncias por descumprimento de medidas protetivas

Em um único dia, operação integrada realizou 4,6 mil fiscalizações de estabelecimentos. População pode contribuir pelo telefone 162 ou pela Ouvidoria

A Diretoria de Vigilância Sanitária do Distrito Federal (Divisa) recebeu, desde quando foi publicado o primeiro decreto de medidas restritivas no DF, ainda em março de 2020, cerca de seis mil denúncias referentes ao não cumprimento das exigências estabelecidas por ele. O órgão, vinculado à Secretaria de Saúde, faz parte da Operação Integrada do GDF, formada por diversas outras pastas do Governo do Distrito Federal e coordenada pela Secretaria de Segurança Pública.

Suspensas as visitas ao Sistema Socioeducativo

Medida, adotada por causa da pandemia, é temporária e abrange as sete unidades de internação do DF

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) determinou que as visitas em todas as unidades de internação do Sistema Socioeducativo do Distrito Federal estão suspensas temporariamente, em função da pandemia do novo coronavírus. A medida foi publicada na Portaria nº 157, no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de terça-feira (2).

O DF tem sete unidades: Unire (Recanto das Emas), Uniss (Unidade de Internação de Saída Sistemática), Uism (Santa Maria), Uiss (São Sebastião), Uibra (Brazlândia), UIP (Planaltina) e Uipss (Unidade de Internação Provisória de São Sebastião).

Saúde ativa mais 16 leitos de UTI Covid no Hospital de Campanha da PM

Rede pública agora tem 252 leitos disponíveis. Nos próximos dias serão ativados outros 139

A Secretaria de Saúde ativou, nesta quarta-feira (3), mais 16 leitos de UTI no Hospital de Campanha da Polícia Militar, localizado no Setor Policial Sul. Com isso, a unidade hospitalar passa a oferecer 96 leitos de UTI para pacientes com covid-19. Ao todo, a Rede Pública de Saúde do Distrito Federal já tem 252 leitos de UTI Covid disponíveis para a população.

Pessoas com 75 anos ou mais podem agendar vacinação pela internet

 Imunização para este público começa nesta quinta-feira (4). Estimativa é atender 9.364 pessoas na faixa etária

Quem tem 75 anos ou mais poderá, a partir das 17h desta quarta-feira (3), agendar a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19. Nesse horário, estarão abertas as vagas para vacinação na quinta (4) e sexta-feira (5), pelo site e pelo Disque Saúde 160, opção 6. A expectativa da Secretaria de Saúde é vacinar 9.364 pessoas na faixa etária de 75 anos.

O dado da estimativa populacional é da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). A vacinação continua para os integrantes do grupo prioritário já selecionado, mas que ainda não recebeu a primeira ou a segunda dose do imunizante.

Nomeados 15 médicos intensivistas para atuar em UTIs

Profissionais têm até 30 dias para tomar posse e reforçar o atendimento na linha de frente de combate ao coronavírus

A Secretaria de Saúde (SES) nomeou 15 médicos intensivistas para ampliar o atendimento nas unidades de terapia intensiva (UTIs). Os profissionais nomeados têm até 30 dias para se apresentar, com a documentação necessária para a posse. Essa foi a primeira nomeação de servidores concursados em 2021.

A convocação ocorre para preenchimento de vacâncias, num momento em que a pasta tem trabalhado para fortalecer a rede pública no atendimento a pacientes mais graves com covid-19. No último final de semana, foram ativados 66 leitos com esse perfil no DF.

A importância dos vigilantes no combate ao coronavírus

 Profissionais são responsáveis pela segurança e, muitas vezes, pelo repasse de informações aos pacientes

Entre os heróis da saúde que enfrentam há um ano a pandemia do novo coronavírus, além de médicos, enfermeiros e quem tem formação na área, destacam-se os profissionais de outros segmentos que lidam diariamente com os pacientes acometidos pela doença e com seus familiares. Entre eles, estão os vigilantes, fundamentais dentro de uma unidade de saúde, onde são responsáveis pela segurança e, muitas vezes, por repassar informações.

Pedro Teodoro de Sousa, 58 anos, trabalha há 25 no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Tendo passado por vários setores, ele estava lotado na emergência da unidade quando começou a pandemia.

Com agendamentos on-line, Cras atendem sem filas

Atendimentos com hora marcada agilizam os serviços de assistência social no DF e trazem segurança para servidores e usuários

Os atendimentos dos serviços de assistência social oferecidos pelo GDF continuam a ser oferecidos e são realizados sem filas graças ao modelo de agendamento on-line que permite marcar as visitas com segurança para servidores e usuários. Tudo é feito com hora marcada, e cada assistente social recebe um beneficiário de cada vez, em uma sala equipada com proteção de acrílico entre o atendente e o usuário.

Após quase dez meses com funcionamento remoto em razão da pandemia da covid-19, as unidades socioassistenciais retomaram o acolhimento presencial no primeiro dia útil do ano. Só em janeiro, as 27 unidades do Cras do DF atenderam 15 mil pessoas. Além de acabar com a espera que acontecia na porta das unidades, o novo modelo ampliou a assistência. A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) prolongou o horário de atendimento nas duas unidades do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) do DF.

Conheça os serviços on-line que o GDF oferece

Com os índices de transmissão em alta, o melhor é ficar em casa e evitar os atendimentos presenciais em órgãos públicos

Apesar de o governo ter mantido o atendimento presencial na maioria dos serviços públicos, o momento é de ficar em casa e evitar expor-se ao coronavírus. Um cuidado primordial, que todos devem ter, para evitar que o sistema de saúde local entre em colapso, saturado pelo aumento no número de casos ativos e de internações decorrentes da Covid-19.

Para saber mais sobre outras medidas do GDF para combater a Covid-19, basta clicar no banner abaixo.