3/6/21 18:09
Atualizado em 3/6/21 às 23:49

Vigilância Sanitária apreende medicamentos

Com sede em Santa Maria, transportadora não era licenciada para armazenagem ou transporte de produtos dessa natureza

Compartimento carregado: apreensão foi feita a partir de denúncia | Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária, por meio das gerências de Medicamentos e Correlatos e de Apoio à Fiscalização da Secretaria de Saúde (SES) participou, na quarta-feira (2), de uma ação conjunta com a Polícia Civil e a Secretaria de Economia que resultou na apreensão de diversos medicamentos em uma transportadora em Santa Maria.

Remédios, que seriam entregues a uma drogaria, ficarão retidos até a decisão final do processo

De acordo com a farmacêutica Luciana Zanetti, da Gerência de Medicamentos e Correlatos da Vigilância Sanitária, a partir de uma denúncia recebida, as equipes comprovaram que a transportadora não tinha autorização de funcionamento junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nem estava licenciada pela Vigilância Sanitária do DF para armazenagem em trânsito ou transporte de medicamentos, saneantes, cosméticos e produtos para saúde.

“Dentro dos três caminhões havia diversos tipos de medicamentos, antimicrobianos, anti-hipertensivos, descongestionantes nasais, entre outros, que seriam entregues para uma drogaria”, informa Luciana.

Além disso, muitas caixas de medicamentos estavam armazenadas no galpão da transportadora, que foi autuada, e as penalidades serão determinadas após o julgamento do processo administrativo sanitário.

Segundo Luciana, os remédios apreendidos estão no prazo de validade e terão seu destino determinado após o julgamento do processo administrativo sanitário, a fim de garantir a ampla defesa do autuado. Enquanto isso, material apreendido ficará na transportadora, sem poder ser comercializado, até a decisão final do processo.

*Com informações da Secretaria de Saúde