1/7/21 16:06
Atualizado em 1/7/21 às 16:56

Emergência: saiba onde buscar socorro por especialidade

Hospitais da rede pública possuem cartas de serviços de atendimento diferentes em cada região

Uma emergência pode ocorrer a qualquer momento, em qualquer lugar ou com qualquer pessoa. Mas nessa hora difícil, é importante saber em qual serviço de saúde buscar atendimento. Os hospitais públicos do DF possuem atendimento emergencial além da clínica médica. Aqui está uma lista para que você saiba onde buscar atendimento em caso de imprevistos.

Aplicativo integra toda a rede de Atendimento ao Infarto Agudo do Miocárdio | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

As emergências funcionam de forma ininterrupta. Em caso de problemas ligados ao coração, todas as emergências do DF (UPAs e hospitais) estão capacitadas para atender pacientes com infarto do miocárdio. A parceria é realizada entre a Secretaria de Saúde e o Laboratório Boehringer Ingelheim, feita através do Projeto Sprint.

Toda a rede integrada de Atendimento ao Infarto Agudo do Miocárdio é conectada através do Aplicativo Join, possibilitando aos médicos da ponta (clínicos das UPAs e hospitais) as orientações por telemedicina para atendimento a esses pacientes. Os cardiologistas de plantão no Hospital de Base são responsáveis por compartilhar as orientações.

O infarto agudo do miocárdio com supra de ST (IAMCSST) corresponde a uma das principais causas de mortalidade por doenças cardiovasculares

A doença

O infarto agudo do miocárdio com supra de ST (IAMCSST) corresponde a uma das principais causas de mortalidade por doenças cardiovasculares. A grande maioria dos casos é provocada por aterotrombose, sendo outras causas menos comuns: vasculites, dissecção coronariana, etc.

Todas as unidades da rede possuem tablets com esse aplicativo (Join), onde os médicos fotografam os eletros e enviam para os cardiologistas para a confirmação do infarto. Assim, o paciente recebe o tratamento adequado na própria UPA ou hospital, mesmo que essa unidade não tenha um médico cardiologista presente.

Join é um app de troca de informação entre médicos, possui tecnologia segura e é certificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É utilizado em vários países para o compartilhamento de imagens, diagnósticos, resultados laboratoriais, ressonâncias magnéticas, tomografias computadorizadas em alta resolução sem comprometer a qualidade do atendimento.

O Join é certificado como um dispositivo médico por várias instituições credenciadas como PMD (Japão), FDA (Estados Unidos), CE (European Economic Area) e Anvisa (Brasil).

O tratamento padronizado na Secretaria de Saúde é a trombólise química, realizada com o medicamento Tenecteplase, o qual deve ser iniciado o mais rápido possível após o início dos sintomas. Caso o paciente tenha contraindicação ou não responda ao tratamento, ele é transferido para o Hospital de Base (que é o Hospital de Referência Terciária) onde poderá ser submetido a uma angioplastia de resgate.

Onde tem atendimentos em cardiologia?

– Hospital Materno Infantil de Brasília;
– Hospital Regional de Ceilândia (referência em atendimento de infarto e AVC);
– Hospital Regional do Gama;
– Hospital regional de Taguatinga;
– Hospital de Base;
– Todas as UPAs do Distrito Federal.

Outras especialidades

Oftalmologia

A emergência oftalmológica do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) atende, em média, 300 pacientes por semana. A unidade possui dois médicos e um residente pela manhã e tarde. À noite, dispõe de dois médicos plantonistas para os atendimentos e, aos finais de semana, um médico e um residente.

Procedimentos que são realizados na emergência da oftalmologia do HRT:

– Traumas oculares (pancada no olho)
– Ciscos (corpo estranho)
– Conjuntivites (olhos vermelhos, inchados ou não, lacrimejantes, apresentando secreções esbranquiçadas ou com aspecto de pus)
– Terçol (olho inchado, dolorido, apresentando caroço com ou sem pus).
– Uveítes (inflamação do trato uveal)
– Úlceras de córnea
– Outras inflamações oculares

Pacientes que chegam ao HRT apresentando descolamento de retina, perfurações oculares, laceração de pálpebras são encaminhadas ao Hospital de Base para cirurgia de emergência.

Onde tem atendimentos em oftalmologia?

Hospital Regional de Taguatinga;
Hospital de Base.

Ortopedia

Em cinco hospitais da rede pública, há atendimento especializado de trauma ortopédico, que é o tratamento das fraturas e das lesões musculares. São eles:

– Hospital de Base;
– Hospital Regional de Ceilândia;
– Hospital Regional de Planaltina;
– Hospital Regional de Taguatinga;
– Hospital Regional do Gama.

Cirurgia geral

Em oito unidades hospitalares do Distrito Federal são feitos atendimento de emergência em cirurgia geral, dentre elas estão: vesícula biliar, obstrução intestinal, apendicite, ginecologia obstétrica, hérnias, hemorroidas e todas que compreendem cirurgia abdominal, cirurgia videolaparoscópica e cirurgia do trauma.

O atendimento em pronto-socorro ocorre nas seguintes unidades:

– Hospital de Base;
– Hospital Regional de Ceilândia;
– Hospital Regional do Gama;
– Hospital da Região Leste;
– Hospital Materno Infantil de Brasília;
– Hospital Regional de Planaltina;
– Hospital Regional de Sobradinho;
– Hospital Regional de Taguatinga.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde