Fale com o Governo Ações em Destaques

27/6/23 às 10:49, Atualizado em 27/6/23 às 12:04

Canal telefônico de agendamento de serviços facilita atendimento no Na Hora

Desde a criação, em janeiro de 2022, o Alô Na Hora recebeu mais de 70 mil ligações para marcação de horário dos usuários

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

Mais praticidade e agilidade no atendimento nas oito unidades do Na Hora, gerido pelo Governo do Distrito Federal (GDF) por meio da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). É o que Alô Na Hora, canal telefônico de agendamento de serviços, proporciona aos usuários e servidores. A central foi lançada em janeiro de 2022 para facilitar o acesso e a disseminação de informações.

Desde a implantação até maio de 2023, foram registradas 70.331 ligações. No primeiro ano de funcionamento, o Alô Na Hora atendeu 54.970 ligações. Neste ano, entre janeiro e maio, foram 15.361 demandas.

Com o Alô Na Hora, o acesso aos serviços do GDF fica menos burocratizado | Foto: Arquivo Agência Brasília

O serviço funciona pela Central de Atendimento do Cidadão, telefone 156, opção 8, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e sábado, domingo e feriados, das 8h às 18h. Na ligação, é possível tirar dúvidas e realizar a marcação de horário nas mais diversas especialidades disponíveis nas unidades. O que houver restrição, como agendamento de identidade e de passaporte pelas polícias Civil e Federal, também é informado aos usuários.

15.361 Número de ligações para o Alô Na Hora este ano

“É uma forma de o cidadão ter o serviço agendado em vez de ir diretamente na unidade para fazer o atendimento de forma espontânea. Isso garante mais acesso e mais celeridade, porque os servidores já saberão qual serviço o usuário vai buscar”, afirma o subsecretário do Na Hora, Rodrigo Barbosa.

Além disso, por se tratar de um call center disponível gratuitamente – tanto para telefones fixos quanto para celulares – o serviço permite a utilização por todos os públicos. “Facilita o acesso aos serviços públicos das pessoas em situação de vulnerabilidade que não têm acesso à tecnologia ou que possuem dificuldade de se deslocar até uma das unidades para agendamento presencial. É mais uma forma de desburocratizar o atendimento público conectando o governo e a população”, afirma a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Distribuídas em endereços em Sobradinho, Plano Piloto, Riacho Fundo, Taguatinga, Ceilândia, Gama e Brazlândia, as unidades do Na Hora funcionam em locais de grande circulação e fácil acesso, reunindo 26 órgãos parceiros. Para aprimorar o atendimento e chegar a um público maior, desde o ano passado, existe o Na Hora Mais Perto do Cidadão, unidade móvel que percorre diversos pontos do DF ofertando os serviços à população.

Últimas Notícias