Fale com o Governo Ações em Destaques

13/10/23 às 11:47

Mais de 370 doses de vacinas aplicadas no Zoológico no Dia das Crianças

Principal procura do público foi pela imunização contra a gripe e a covid-19

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

Para ampliar a cobertura vacinal da população, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES) realiza diversas ações externas com a oferta de imunizantes. De olho no público infantil e adulto, no Dia das Crianças (12 de outubro), o serviço foi levado, mais uma vez, ao Zoológico de Brasília, onde as equipes aplicaram 373 doses de vacinas para todas as idades – 150 contra a influenza (gripe), 124 contra a covid-19 e 99 de outras vacinas do calendário.

Marleide Silva, dona de casa, aproveitou o evento do Dia das Crianças no Zoológico para atualizar o cartão de vacinação de toda a família | Fotos: Alexandre Alvares/Agência Saúde

A dona de casa Marleide da Conceição Silva, de 39 anos, estava passeando com a família no zoo, descobriu que havia vacinação no local e correu para atualizar o cartão dela e da filha Mirelly Silva, 5. “Pra mim é mais fácil, mais prático”, relatou. Ambas receberam as doses que faltavam contra a covid-19 e também saíram protegidas da gripe.

Essa praticidade foi reforçada por outras mães e pais que aproveitaram o momento de lazer para imunizar as crianças. “Esse tipo de evento é muito bom, porque é um grande incentivo para atualizar o cartão de vacina. Às vezes, as pessoas não saem de casa para ir aos postos, e aqui é um lugar público a que muita gente já viria com a família. Acaba sendo bem mais fácil”, elogiou o técnico de enfermagem Moacir José Penha, 30 . Ele, a esposa Aline Pontes e o filho Isaac voltaram para casa com o cartão de vacinação em dia.

O técnico de enfermagem Moacir José Penha e o filho Isaac voltaram para casa com o cartão de vacinação em dia

“Existem doenças imunopreveníveis nas fronteiras do país batendo à porta, e qualquer esforço que a gente faz no sentido de ampliar a cobertura vacinal é muito válido”, destacou a enfermeira Fernanda Coelho, uma das responsáveis pela ação,  organizada pela Gerência de Enfermagem e pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Imunização (Nvepi) da Região de Saúde Centro-Sul, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Foram disponibilizados imunizantes contra a influenza (gripe) e a covid-19 para bebês a partir dos 6 meses, crianças e idosos. A SES também ofertou doses contra febre amarela, HPV, tétano, difteria, pneumonia, hepatite e outras doenças, conforme o calendário de vacinação.

Cuidados com a cobertura

Desde 2016, o Brasil registra uma queda na cobertura vacinal em todo o país. Para combater esse problema e evitar a disseminação das doenças imunopreveníveis, o poder público tem buscado medidas para alcançar cada vez mais a população, como é a estratégia extramuros da Secretaria de Saúde.

Davi Dias da Silva foi uma das crianças que receberam os imunizantes da gripe e da covid-19 durante o evento realizado no Zoológico

“A gente ainda não chegou à cobertura ideal, que seria acima de 95% para todos os imunobiológicos, mas aos poucos temos aumentado. Essas ações são fundamentais para que possamos ter uma cobertura melhor da população”, pontuou Fernanda Coelho.

Além de facilitar a imunização para os pais que, às vezes, não conseguem ir à unidade de saúde devido à correria do dia a dia, o evento do Dia das Crianças ajudou a promover uma associação positiva entre a vacinação e um momento de lazer para os pequenos. “A minha filha tem muito medo da vacina, então juntei o útil ao agradável. Eu falei que a gente passearia no Zoológico e tomaria a vacina, com a recompensa de ver os animais, dar uma voltinha, ganhar um picolé”, contou a vendedora Suellen Almeida dos Santos, de 27 anos, sobre a estratégia usada com a filha Ágatha, de 7.

Embora possa gerar medo e desconforto para as crianças, a vacinação segue sendo extremamente importante para prevenir doenças sérias, como a poliomielite, o sarampo e a caxumba, entre outras. A pequena Ágatha, recém-vacinada contra a covid-19 e a influenza, já aprendeu a lição: “É muito importante vacinar, porque aí a gente não fica doente. Quando o vírus entra no corpo, ele morre e não consegue atacar”.

Serviço

Até o fim da primeira quinzena de setembro, o DF aplicou cerca de 2,6 milhões de vacinas, sendo 38.600 em ações realizadas em 232 escolas e 64.350 em outras atividades externas, como feiras, parques, shoppings e por meio do Carro da Vacina. Foram 750 mil doses contra a covid-19, 895 mil contra a influenza e 940 mil da denominada vacinação de rotina, como é chamada a imunização por faixa etária prevista pelo calendário anual, hoje com 20 tipos diferentes de imunizantes previstos.

Para manter o cartão de vacina em dia, basta também procurar uma unidade básica de saúde (UBS). Acesse o endereço mais perto de você no InfoSaúde e confira, no site da SES, todas as informações sobre o calendário vacinal e a oferta dos imunizantes.

*Com informações da SES

Últimas Notícias