Fale com o Governo Ações em Destaques

9/11/23 às 13:59, Atualizado em 9/11/23 às 16:37

Novo pavimento da W3 Sul garante rapidez e conforto no transporte público

Com investimento de R$ 26 milhões, obra está no último trecho das quadras 700 e terá toda a faixa exclusiva das quadras 500 refeita em concreto. Mais de 200 linhas de ônibus circulam diariamente pela via

Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

Ao longo das quadras de 702 a 714 da W3 Sul, os usuários do transporte coletivo já sentem os benefícios da nova pavimentação da faixa exclusiva e das calçadas. Com mais de 5 mil metros lineares concluídos, as mais de 200 linhas de ônibus já utilizam a maior parte das faixas de concreto para circular. Com um investimento de R$ 26 milhões, atualmente a obra se concentra no final da Quadra 715 e na 716.

Com investimentos de R$ 26 milhões, as obras de pavimentação da W3 Sul se concentram no momento ao longo da Quadra 715 | Foto: Anderson Parreira/Agência Brasília

A auxiliar de serviços gerais, Tiana Santos, de 45 anos, mora no Setor O, em Ceilândia, e se desloca diariamente para trabalhar na 710 da Asa Sul. Para ela, além das intervenções feitas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) deixarem a região mais bonita, a nova pista favoreceu a volta para casa. “A obra avançou bastante, as calçadas ficaram mais seguras e bonitas e o asfalto novo facilita a nossa vida e dos ônibus, a gente chega mais rápido em casa. Com as faixas exclusivas, chego mais cedo e elas evitam que os carros fiquem transitando entre os ônibus”, destaca a passageira.

A afirmação é reiterada pelo operador de caixa, Mário Leite, de 42 anos. “O trânsito ficou mais rápido e chegamos em casa mais depressa, a via ficou bem melhor. Moro em Brazlândia, é mais ou menos 1h30 daqui para lá e, agora, o tempo ficou menor. Qualquer tempinho a mais é válido.”

Considerado mais resistente, duradouro e de fácil manutenção, o pavimento rígido de concreto está sendo aplicado ao longo de toda a faixa exclusiva | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

A faixa exclusiva está sendo toda construída em pavimento rígido de concreto, material indicado para o trânsito de veículos pesados por ser mais resistente, duradouro e de fácil manutenção.

Os recursos são da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e foram repassados à Secretaria de Obras e Infraestrutura (SODF) por meio de convênio. A obra contemplará os dois lados da avenida, tanto no sentido Estrada Setor Policial Militar (ESPM), já no último trecho, quanto no sentido W3 Norte. Assim, cada lado terá uma faixa de rolamento com pavimento rígido, por onde passará o transporte público, e duas com pavimento flexível, para o fluxo de carros e motocicletas.

O secretário de Obras, Luciano Carvalho, destaca a importância da obra, uma antiga demanda da cidade: “Tomamos a decisão de fazer uma obra definitiva, com durabilidade maior do pavimento, que leva mais qualidade e conforto para os usuários” | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

Qualidade e benefícios

O secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho, destaca a importância da W3 Sul e das obras feitas na região. “É uma via superimportante, é uma demanda antiga da cidade, que vivia sofrendo com as manutenções e com os problemas recorrentes do pavimento. Agora, tomamos a decisão de fazer uma obra definitiva, com durabilidade maior do pavimento, que leva mais qualidade e conforto para os usuários”, diz. “Essa via ainda vai se conectar com o corredor de ônibus em construção no Setor Policial”, completa.

Assim que finalizados os últimos metros do lado das quadras 700, a próxima etapa é fazer o caminho contrário, em direção ao Setor Comercial Sul, da quadra 516 até a 503 | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

Carvalho enfatiza ainda que assim que finalizados os últimos metros do lado das quadras 700, a próxima etapa é fazer o caminho contrário, em direção ao Setor Comercial Sul, da quadra 516 até a 503. “As próximas fases vão seguir o caminho inverso e fazer também a recuperação do asfalto das outras duas faixas nos dois sentidos da via. Sabemos que agora tem um certo transtorno, mas nosso programa prevê fazer a obra em pequenos trechos para prejudicar o mínimo possível os moradores, pedestre, comerciantes e motoristas”, salienta o secretário.

Engenheiro da SODF, Sandro Jardim lembra que, além da concretagem, outros recursos complementam as obras. “Parte dos serviços está na substituição dos meios-fios e na recuperação das bocas de lobos, tem várias que foram construídas no pavimento e elas estão sendo realocadas para as calçadas. Então todas serão refeitas e, à medida que vamos fazendo a obra, recuperamos, desobstruímos e melhoramos o sistema de drenagem”, afirma o fiscal da obra.

Todas as calçadas da avenida também foram recuperadas e já estão de cara nova, cerca de 6 km do passeio também receberam melhorias e estão garantindo mais mobilidade e acessibilidade para os pedestre.

GDF já reformou

Na primeira gestão do governador Ibaneis Rocha, as quadras 500 da W3 Sul passaram por uma ampla recuperação. Foram investidos R$ 24,8 milhões na reforma dos estacionamentos, no nivelamento das calçadas com piso tátil e rampas, na arborização e paisagismo, na reforma dos becos entre os blocos, na pintura, sinalização horizontal e troca da iluminação.

09/11/2023 - Novo pavimento da W3 Sul garante rapidez e conforto no transporte público

Últimas Notícias